Dos Anjos atropela Lawler no UFC Winnipeg; Glover e Ponzinibbio vencem

    Dos Anjos teve uma atuação impecável e venceu Lawler por um triplo 50 a 45 (Foto Getty Images / UFC)

    Realizado no último sábado (16) em Winnipeg, no Canadá, o UFC on FOX 26 contou com um show do brasileiro Rafael dos Anjos na luta principal. Enfrentando o casca-grossa Robbie Lawler, o ex-campeão dos leves não se intimidou e, dominando o embate do início ao fim durante os cinco rounds, venceu por unanimidade para conquistar seu terceiro triunfo seguido no peso-meio-médio. Ao fim do evento, Dos Anjos desafiou o campeão.

    “Estou muito feliz. To nesse jogo há muito tempo, e pra mim hoje foi um prazer enfrentar este guerreiro. Minhas mãos estão doendo porque a cabeça dele é muito dura. Senti que ele estava aguentando meus golpes, mas sou abençoado por ter caras como meus treinadores e minha equipe. Eu acabei de ganhar do cara mais duro da divisão. Acho que pela minha história no UFC e pelo que eu fiz hoje, mereço a chance de disputar cinturão”, disse Rafael, mandando um aviso para o atual campeão do meio-médio, Tyron Woodley.

    No co-main event, um nocautaço no primeiro round de Josh Emmett sobre Ricardo Lamas definiu o duelo. Considerado favorito antes da luta, Lamas até começou tomando a iniciativa. Porém, quando uma bomba de esquerda de Emmett entrou, ele nada pode fazer. Ainda pelo card principal, vitórias também de Santiago Ponzinibbio contra Mike Perry, por unanimidade, e Glover Teixeira diante de Misha Cirkunov, via nocaute técnico.

    Dos Anjos dá ‘aula’ para Lawler

    Cercado de expectativa, o main event do UFC on FOX 26 foi um verdadeiro show de Rafael dos Anjos. Ignorando o equilíbrio esperado, o brasileiro tomou a iniciativa e as rédeas do combate, controlando Lawler em todas as áreas do jogo até vencer por unanimidade.

    No segundo round, Dos Anjos inclusive esteve perto de definir a luta, mas mostrando uma incrível resistência – sua marca registrada -, Lawler sobreviveu a um ataque brutal na grade. As forças, porém, não o acompanharam, e partir daí o americano virou presa fácil para o domínio de Rafael, que agora soma três vitórias em três lutas no peso-meio-médio.

    Emmett surpreendeu ao derrotar o favorito Ricardo Lamas com um belo cruzado (Foto Getty Images / UFC)

    Josh Hemmett surpreende Lamas

    Considerado o favorito antes da luta, Ricardo Lamas foi surpreendido por Josh Emmett no co-main event. Chamado de última hora para substituir José Aldo, Emmett mediu a distância e, ainda no primeiro round, acertou um cruzado de esquerda que apagou Lamas.

    Agora, o norte-americano de 32 anos soma 13 triunfos e apenas um revés na sua carreira. “The Bully”, por sua vez, sentiu o saber da derrota novamente após duas vitórias seguidas.

    Ponzinibbio bate Perry em guerra

    Também pela divisão dos meio-médios, Santiago Ponzinibbio e Mike Perry travaram uma verdadeira guerra no Canadá. De três rounds, a luta contou com bons momentos de ambos e muita ação. No fim, porém, quem sorriu foi o argentino: vitória por decisão unânime dos jurados e um recado especial para Perry, que provocou bastante Santiago antes do duelo.

    Perry provocou bastante Santiago, que respondeu no cage e mira o do title shot (Foto Getty Images / UFC)

    Com seis vitórias seguidas no Ultimate, o argentino gente boa também pediu uma chance pelo cinturão interino ao enfrentar o vencedor de Dos Anjos x Lawler, no caso, o brasileiro.

    “Quero agradecer ao UFC pela oportunidade. Eu melhorei, sou número 10 do ranking, enfrento qualquer um dessa divisão. O campeão Tyron Woodley vai operar o ombro, então quero a oportunidade contra o vencedor do duelo entre Rafael dos Anjos e Robbie Lawler, tanto faz. Quero que o UFC me dê a chance contra um deles pelo cinturão interino”, disse.

    Glover Teixeira tem volta por cima

    Na luta que abriu o card principal do UFC on FOX 26, Glover Teixeira conseguiu um grande resultado contra Misha Cirkunov. Apesar de certa dificuldade inicial na trocação, o brasileiro soube conter as investidas do letão e, após levar para o chão, acelerou no ground and pound para vencer por nocaute técnico ainda no primeiro round do confronto.

    Com o resultado, Glover se recuperou do duro revés para Alexander Gustafsson, em maio, quando foi nocauteado pelo sueco. O mineiro também mandou um recado para o campeão meio-pesado Daniel Cormier, presente no evento como comentarista televisivo.

    “Cormier, você disse que se eu vencesse de forma espetacular, você me daria a chance pelo título. Sei que não depende de nós, mas e aí fãs, vocês querem ver essa luta?”, falou.

    Glover se recuperou e espera uma chance de seguir subindo nos meio-pesados (Foto Getty Images / UFC)

    Erick Silva é dominado e perde outra

    Pelo card preliminar, abrindo a noite de lutas em Winnipeg, Erick Silva não foi páreo para Jordan Mein. Pressionado por três derrotas seguidas e atuando em casa, o canadense impôs o ritmo e, dominando a luta no chão, conseguiu uma importante vitória por decisão unânime. Erick, por sua vez, acumulou o seu quarto revés nas últimas cinco lutas.

    Quem também brilhou na primeira parte do UFC on FOX 26 foram Julian Marquez, Chad Laprise, Nordine Taleb e Alessio Di Chirico, todos encerrando os seus respectivos duelos.

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC on FOX 26
    Winnipeg, no Canada
    Sábado, 16 de dezembro de 2017

    Card principal
    Rafael dos Anjos derrotou Robbie Lawler por decisão unânime dos jurados
    Josh Emmett derrotou Ricardo Lamas por nocaute no 1R
    Santiago Ponzinibbio derrotou Mike Perry por decisão unânime dos jurados
    Glover Teixeira derrotou Misha Cirkunov por nocaute técnico no 1R

    Card preliminar
    Jan Blachowicz derrotou Jared Cannonier por decisão unânime dos jurados
    Julian Marquez finalizou Darren Stewart com uma guilhotina no 2R
    Chad Laprise derrotou Galore Bofando por nocaute técnico no 1R
    Nordine Taleb derrotou Danny Roberts por nocaute no 1R
    John Makdessi derrotou Abel Trujillo por decisão unânime dos jurados
    Alessio Di Chirico derrotou Oluwale Bamgbose por nocaute no 2R
    Jordan Mein derrotou Erick Silva por decisão unânime dos jurados

    16 COMENTÁRIOS

      • Erick Silva foi uma promessa que se desfez depois que se enfiou na xereca da massafera….ela amansou a fera e ele nunca mais ganhou lutas….

    1. Aquele rapaz que é campeão de jogos de computador e ainda não operou a fimose não irá comentar sobre a luta principal?

    2. lawler acho que nem quer lutar , está desmotivado , quando colocou o cinturão em prova e perdeu para o campeão atual , mostrou isso . não desmerecendo o rafael .

    3. Rafael dos Anjos impecável!!!

      Bacana e muito interessante o que ele fez no cage.
      Cardio em alta intensidade do inicio ao fim da luta, mesmo depois de disparar uma blitz sinistra, parou pensou e conseguiu voltar, derrubou algumas vezes, brutal no clinch e ouvido no corner o tempo todo.
      Melhor luta dele disparado e tinha tempos que não via um brasileiro lutar assim.

    4. Esse cara já era pra ter saído do UFC a mais tempo, toda vez que sei que ele vai participar do UFC dá até vontade de não assistir o evento. Uma mercadoria como esta dá muita raiva de ver, porra de pessoa é essa, c/a idade que tem só vive morto de cansado, vai procurar um trabalho onde vc fique o dia inteiro sentado Erick Silva, ou seja, Zé Cansado… Uma Vergonha pra ser chamado de Lutador…..

      • tem que optar entre os treinos na academia e a xereca da massafera, que , ao que parece, amansou a fera…heheheh

    5. RAFAEL DOS ANJOS mostrou pra muitos lutadores na maioria os brasileiros, que tem alma de guerreiro, mesmo depois de cansar de tanto bater, voltou no round seguinte pronto pra continuar a guerra até o final… Lutadores que dar desgosto de ver passando vergonha por conta de cansaço: Erick Silva, Thiago Alves que de Pit Bull não tem nada, e, um outro que luta muito ainda, mas sempre teve esse problema, porém é difícil compreender tanto cansaço a partir do segundo round JOSÉ ALDO, infelizmente…..

    6. É simples mas a diferença de um cara como o Rafael do Anjos é justamente morar no EUA e aproveitando a oportunidade de ter o que os americanos, russos e etc vem fazendo a tempos que é começar a se preparar para lutar em alta intensidade durante 5 rounds, e com volume de jogo e jogo complexo pra manter 5 rounds em alta intensidade.
      Olha o arsenal que ele colocou no cage ontem; dirty boxing, clinch de muay thay, fly kness, wrestling e o jiu-jitsu aplicados de maneira bem correta e na hora certa. RDA sempre esteve em busca de se aprimorar, lembro como comecou na divisão e hoje virou funcionario e funcionario premiado, não é muito de escolher luta, fala ingles bem, não precisa de trash talk e etc como ele mesmo deixa claro
      Vai se adaptando de acordo com a idade, peso e etc, o cara trabalha duro e gosto de acompanhar suas lutas por isso.
      Não é que os brasileiros tem cansado, o MMA está cada vez mais complexo tecnicamente e as divisões vem evoluindo com essa nova geração e sem querer desmerecer o legado do Aldo, mas tu pega um Holloway chegando com um queixo duro, cardio bom, jogo completo e um psicologico trabalhado e “taticamente”, se lutar a terceira perde novamente.
      Tu tem um Whitaker taticamente completo, ouvindo o corner e com um jogo simples desmontando um Jacaré que é lenda, enfim a receita está ai.
      Acho que é bacana vermos um brasileiro como o RDA fazendo o que os gringos tem feito e mostrando que não é impossivel.

      • Verdade! O brasileiro geralmente é talentoso, mas hoje em dia o trabalho sério é bem feito é mais importante que o talento. O Aldo é um cara que tem que ser respeitado por tudo que conquistou, mas parou no tempo, fica só no feijão com arroz da Nova União e muitas vezes não tem a inteligência de ouvir seu corner.

        • o Aldo depois que foi nocauteado pelo irlandês nunca mais foi o mesmo…..acho até que ele não está mais interessado em MMA, quer migrar pro boxe pra faturar mais e apanhar idem…

    7. meus camaradas, isso é nada mais nada menos que “estrelismo”…o pessoal enche a bola e é nisso que dá…o europeu e o americano estão treinando…

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome