Gordon desafia atletas ‘de quimono’ e rebate Erberth: ‘Estou em outro nível’

    Gordon Ryan vem embalado por importantes conquistas em 2017 (Foto FloGrappling)
    Campeão na categoria e vice absoluto no último ADCC, Gordon Ryan está confirmado no Pan (Foto FloGrapling)

    Campeão em sua categoria e segundo colocado no absoluto na disputa do ADCC 2017, Gordon Ryan, “apenas” por esses feitos, já teria um ano de destaque nos duelos sem quimono. No entanto, além disso, o jovem americano, no final deste ano, finalizou Ralek Gracie no Metamoris e voltou a vencer Yuri Simões, desta vez pelo Kasai Grappling.

    Embalado por tais conquistas e ciente de que seu nome está em evidência no mundo do Jiu-Jitsu, Gordon está pronto para novos desafios. Em uma publicação em sua conta oficial no Instagram, a fera da arte suave deixou agradecimentos e exaltou sua vitória contra Yuri Simões no Kasai Grappling. Além disso, deixou uma mensagem para Erberth Santos e revelou que pretende disputar competições com quimono no próximo ano.

    “Antes de tudo, obrigado ao Kasai Grappling por comandar um dos eventos mais profissionais de grappling que existem. Mal posso esperar para voltar a competir nele. Obrigado a minha família por me apoiar como sempre, assim como o apoio constante dos meus patrocinadores. Parabéns também para Nick Ronan e Jason Araujo por arrasarem ontem, assim como @ijoshhayden por chegar até a final na luta contra Jason. Garry Tonon apareceu na sua última competição de grappling antes de sua estreia no MMA e teve algumas boas lutas, mas não conseguiu chegar até as finais. Obrigado, Yuri Simões. Você conquistou mais do que eu e foi uma honra competir contra você novamente. Estou ansioso para as lutas futuras nos anos que vêm por aí. Foi um bom final de ano para mim. Finalizando Ralek Gracie, todos os quatro oponentes no EBI e finalizando Yuri. Agora, vou para o gi world’s para ser treinador e então ter um começo de ano forte em 2018 nas disputas com quimono e nos treinos de MMA. Uma mensagem para Erberth Santos: aprenda a não bater com falso cadeado de perna antes de pedir para competir comigo. Estou em um outro nível. Mensagem para toda a comunidade que luta com quimono: estejam prontos! Vejo todos no próximo ano”, disse o americano.

    Quem topa o desafio?

    Com moral entre os organizadores de superlutas de Jiu-Jitsu, Gordon Ryan, em nova publicação nas redes sociais, revelou que o americano Kevin Casey o desafiou para uma superluta, no entanto, após saber das regras do confronto, teria “recusado” o combate.

    “Vamos direto ao ponto. Kevin Casey me desafiou para uma superluta de Jiu-Jitsu. Então, temos uma oferta de patrocinador no valor de 10 mil dólares para o vencedor e Casey recusa porque ele não gosta das regras da luta. Ri demais disso. Como você chama alguém para uma luta sob regras especificas e então ela recusa a lutar porque não gostou delas? (risos). Espero que você tenha gostado dos 5 minutos de fama, seu palhaço. Quem mais quer ter uma superluta de Jiu-Jitsu contra mim?”, desafiou Gordon.

    Veja os melhores momentos de Gordon Ryan no ADCC 2017:

    2 COMENTÁRIOS

    1. É um excelente lutador, porém se “esquece” que o preguiça (que o venceu e bem) já o chamou 2 vezes e ele até agora nada…

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome