Gordon vence Yuri Simões no KASAI Pro; Renato Canuto conquista GP peso-leve

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 11/12/2017
Gordon vence Yuri Simões no KASAI Pro; Renato Canuto conquista GP peso-leve Gordon Ryan brilhou no KASAI Pro e derrotou Yuri Simões na superluta principal da noite (Foto KASAI Pro)

publicidade

A famosa cidade de Nova York, nos Estados Unidos, foi o palco da primeira edição do KASAI Pro, realizada no último sábado (9). Na luta principal, um esperado combate entre dois campeões do último ADCC agitou o público, com Gordon Ryan levando a melhor sobre Yuri Simões e somando a segunda vitória sobre o brasileiro. Já no GP dos Leves sem quimono, Renato Canuto, que completou um ano na faixa preta no domingo (10), foi o grande campeão ao superar o experiente Celsinho Venicius na decisão do Grand Prix.

Em um dos momentos mais esperados do evento, Yuri Simões e Gordon Ryan subiram ao tatame. Os dois já haviam se enfrentando em 2016, pelo IBI – evento capitaneado por Eddie Bravo. Desta vez, pelo KASAI Pro, o confronto começou bem equilibrado. Já na reta final, com pouco menos de 30 segundos para se encarrarem os dez minutos de luta, o norte-americano encaixou um estrangulamento para derrotar o bicampeão do ADCC.

Já no GP dos Leves, Canuto chamou a atenção pelo dinamismo nos confrontos, querendo sempre transpor a guarda adversária. O lutador da Zenith BJJ, de apenas 21 anos, estreou com um empate contra AJ Agazarm. Na sequência, venceu Bather Khera por 10 a 0 e fechou a fase de grupos com um triunfo sobre o balado Garry Tonon por 4 a 0 nos pontos.

Renato Canuto’s passing is mental! WOW! @kasaigrappling

Uma publicação compartilhada por FloGrappling (@flograppling) em

Na decisão, Canuto encarou o experiente Celsinho Venicius, tricampeão mundial da IBJJF. À TATAME, o lutador da Ryan Gracie/SP revelou que sua costela estava “cavalando uma na outra”, mas não soube informar se ela foi fraturada por ainda não ter feito exame . O incidente aconteceu na primeira luta, após Celsinho tentar encaixar uma chave de tornozelo em Junny Ocasio que, ao se defender, atingiu a costela do brasileiro. Contudo, o casca-grossa mostrou muita garra e chegou até a final. Em uma luta muito disputada, Renato Canuto levou a melhor na decisão dos árbitros e se tornou o primeiro campeão.

A edição ainda teve duas superlutas além de Simões x Ryan. No co-main event, Murilo Santana e Craig Jones também se encontraram em uma revanche. O confronto terminou com empate em 4 a 4 nos pontos, mas Santana levou a melhor após Jones receber duas punições. Já Raquel Pa’aluhi, esposa de Renato Canuto, derrotou Caitlin Huggins.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade