‘Senti como se eu fosse morrer’, diz Cub Swanson sobre guilhotina de Ortega no UFC Fresno

Publicado em 11/12/2017 por: Diogo Santarém
‘Senti como se eu fosse morrer’, diz Cub Swanson sobre guilhotina de Ortega no UFC Fresno Brian Ortega ajustou a guilhotina e não deu espaço para Cub Swanson se defender (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Realizado no último sábado (9), o UFC Fresno reservou uma bela finalização para os fãs na luta principal da noite. Diante do embalado Cub Swanson – que vinha de quatro vitórias seguidas -, Brian Ortega fez bonito e manteve a sua invencibilidade no MMA. Usando a especialidade da casa, “T-City” encaixou uma justa guilhotina no segundo round para forçar os três tapinhas de Swanson e assim chegar ao 13º triunfo na sua carreira profissional.

Em entrevista coletiva após o evento, Cub Swanson falou sobre o golpe que terminou o combate. Para o americano, a sensação era de que ele estava morrendo naquele momento.

“Ficou apertado logo de imediato. Mas eu estava lutando contra ele, meio que me sacudi, e ele ficou só com uma mão. Peguei seu braço e seu pulso e me senti no controle. Então ele agarrou sua mão e eu senti como se pudesse sair, foi aí que ele reajustou. Senti suas pernas ficarem um pouco mais altas no meu corpo e, nesse momento, ele apertou a minha cabeça eu entrei em panico. Senti como se eu fosse morrer ali”, descreveu o lutador.

A respeito da sua performance, Swanson achou que estava bem até a finalização, mas com o revés, precisará recomeçar sua caminhada dentro da divisão dos penas do Ultimate.

“Essa foi uma das minhas melhores performances até ser pego, eu estava me sentindo 100%. Corria tudo bem, mas eu sabia que uma vez que eu começasse tocá-lo, ele ficaria desesperado e começaria a propor coisas. Ele é grande e longo, foi complicado”, encerrado.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade