Patrick Gaudio analisa temporada e mira título no Grand Slam de Abu Dhabi: ‘Vou soltar o meu Jiu-Jitsu’

    Patrick Gaudio vem embalado para 2018 e quer aumentar sua coleção de medalhas (Foto Vitor Freitas)

    Após uma temporada recheada de ouros e boas vitórias nos circuitos da IBJJF e da UAEJJF em 2017, o faixa-preta Patrick Gaudio, 24 anos, sente-se mais confiante para os próximos objetivos, que começam no Grand Slam de Abu Dhabi, dias 12 e 13 de janeiro.

    Patrick, um dos principais nomes da GFTeam hoje, aproveitou para comentar sobre os novos planos e o que aprendeu ao lutar com Romulo Barral, Cláudio Calasans e Xande Ribeiro, grandes nomes do esporte e que foram adversários de Gaudio no último ano.

    “Eu sempre acreditei bastante em mim. O seu foco é sua realidade. Como eu treino bastante todos os dias, me mantenho focado, o resultado iria aparecer algum dia e apareceu em 2017! Vamos aguardar esse ano que vai entrar agora e ver como vou me sair. Fico focado em todos aspectos seja alimentação, treinamento ou preparação física. Todo lugar aonde estou treinando tento me manter o mais focado possível. Acho que nunca entro como favorito e, às vezes, acabo surpreendendo. Tento melhorar em todas as situações. Acredito que vou chegar mais completo em 2018, me sair ainda melhor”, contou Patrick, que foi um dos atletas mais badalados na última temporada da arte suave.

    Pelo Abu Dhabi Grand Slam, Patrick vai disputar o ouro e a premiação em dólares na divisão até 94kg, vindo embalado pelos títulos no Grand Slam Rio e no Berkut, na Rússia.

    “Minha mente está sempre blindada e a cada ano que passa fico mais confiante. O meu objetivo é ir lá e soltar meu Jiu-Jitsu. Lutar feliz. Tenho grandes chances de sair com um bom resultado. Vou estar pronto. Gosto muito de lutar lá e graças a Deus consegui ser campeão mundial lá em todas as faixas, só falta na faixa preta. Vamos ver esse ano”.

    E qual seria a receita das recentes boas atuações de Patrick? Bom, a seguir, ele falou sobre qual é o caminho para manter o bom desempenho e ser um competidor assíduo em 2018.

    “Competir. 2018 começou agitado para mim. Mas eu gosto disso, amo desafios e vejo até aonde consigo chegar. Meu foco principal é, com certeza, o Mundial em junho. Mas vou lutar bastante antes. Agora tem o Grand Slam, em Abu Dhabi, Europeu e depois ACB. Logo em seguida dou uma parada de 2 meses sem lutar, por que minha filha vai nascer. Já posso adiantar aqui para vocês que, esse ano, vou ficar fora do Pan, mas vai ser por uma boa causa… Minha maior vitória está chegando, minha filha. Depois, vou focar no Mundial em Abu Dhabi e no Mundial da IBJJF”, encerrou o aluno de Júlio César na GFTeam.

    Veja Patrick em ação abaixo:

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome