TATAME Visita: Flávio Soldado abre as portas da GFTeam Rio Grande e exalta os benefícios do Jiu-Jitsu

    Flávio Soldado é professor de Jiu-Jitsu e conversou sobre vários temas com a TATAME (Foto reprodução)

    Por Yago Rédua

    Responsável pela GFTeam Rio Grande, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro, Flávio Soldado abriu as portas da sua “casa” e conversou com à TATAME sobre a arte suave. O faixa-preta relembrou seu começo nas artes marciais, no fim da década de 80, quando fazia Capoeira, e como conheceu o Jiu-Jitsu, através da inspiração em Rickson Gracie.

    Para conhecer mais sobre a GFTeam Rio Grande, clique aqui

    O professor, que tem como maior ídolo dentro da arte suave Júlio César, líder da GFTeam, ainda comentou sobre a evolução da modalidade de uma forma geral, citou o investimento de países no Jiu-Jitsu como ferramenta escolar e apontou para o trabalho diferenciado que o professor tem que ter para o aluno que procura a academia por hobby ou o que deseja competir. Por fim, Soldado, que também é estudante de Educação Física, detalhou os benefícios que a arte suave proporciona aos praticantes, além de outros temas.

    Confira abaixo a entrevista na íntegra com Flávio Soldado:

    – Início da trajetória nas artes marciais e no Jiu-Jitsu

    Eu comecei nas artes marciais em 1989, quando fazia Capoeira. Depois, em 1992, comecei a acompanhar a ascensão do Jiu-Jitsu através do Rickson Gracie, na competição Open Japão e, assim, procurei o esporte (arte suave) para começar e dar sequência até hoje.

    – Maiores benefícios para quem pratica a arte suave

    Como profissional da área de Educação Física, nós sabemos que a saúde está ligada automaticamente às atividades físicas e ao esporte. Os benefícios são os ganhos de massa magra, menos estresse, hormônios do bem-estar, entre outros. Eu sempre falo que o Jiu-Jitsu é uma luta que engloba toda as outras. Chutar, socar, dar uma cabeçada, morder, isso você pode aprender sozinho e sem técnica. Mas dar um armlock, uma queda, uma raspagem, golpe de projeção… São técnicas que somente treinando para se aprimorar.

    – Jiu-Jitsu competição x Jiu-Jitsu estilo de vida

    O profissional competente, ele tem que fazer essa separação. Existe o trabalho que ele tem que fazer com todos os alunos e um trabalho diferente com o lutador que é caçador de títulos. São dois alunos diferentes, mas que ambos dependem de uma atenção diferente, um carinho especial do professor. Porém, cada um tem a sua devida atenção voltada para algo específico. Um usa como competidor e o outro como um estilo de vida.

    Flávio durante entrega de faixas em sua academia na Zona Oeste do Rio de Janeiro (Foto Tatiana Carvalho/Tatimania)

    – Momento atual do Jiu-Jitsu e profissionalização

    O Jiu-Jitsu nos dias de hoje é totalmente evolutivo, um Jiu-Jitsu mais para frente e com as regras que protegem os atletas de lesões. Acredito fielmente (na evolução do Jiu-Jitsu). Prova disso é que vários países colocaram o Jiu-Jitsu em suas atividades escolares. Inclusive, com países injetando uma certa quantidade exorbitante de dinheiro na modalidade, como a Federação de Abu Dhabi (UAEJJF), nos Emirados Árabes Unidos.

    – Rio de Janeiro como polo mundial do Jiu-Jitsu

    Acredito que o Jiu-Jitsu do Rio de Janeiro é o mais forte do planeta. Na minha opinião, os maiores lutadores de Jiu-Jitsu se encontram em nosso país, e dentro do Rio de Janeiro.

    – Ligação com a GFTeam e planos para 2018

    A minha ligação com a GFTeam é desde o início. Começou no tempo da Gama Filho, com o mestre Robson Bandeira, que é amigo pessoal do mestre Júlio César. Nossos planos para 2018 são de mandar mais uma vez dois representantes para o Mundial de Jiu-Jitsu na Califórnia (EUA) e conseguir várias medalhas de ouro no Campeonato Brasileiro da CBJJ.

    – Diferenças de se trabalhar como professor e atleta

    Trabalhar como professor e atleta é muito complicado. Ou você se dedica a ser um atleta competente, de alto nível, ou você se dedica a fazer cursos de aperfeiçoamento como professor. Não tem como ser perfeito nas duas pontas da lança. Eu procuro fazer o máximo possível para ser o melhor professor possível para os meus alunos, que é meu objetivo.

    – Recado para os amantes e praticantes de Jiu-Jitsu

    O recado que eu deixo para todos os amantes e praticantes de Jiu-Jitsu é: se for para desistir, desista de ser fraco. O lutador de Jiu-Jitsu já nasce com uma virtude: a coragem.

    3 COMENTÁRIOS

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome