Borrachinha promete ‘surra’ a transexual que fez lutas contra mulheres; entenda

    Paulo Borrachinha sofreu uma lesão e está fora do confronto diante de Uriah Hall (Foto: Getty Images)
    Paulo Borrachinha sofreu uma lesão e está fora do confronto diante de Uriah Hall (Foto Getty Images / UFC)

    Um dos lutadores brasileiros em ascensão no Ultimate, Paulo Borracinha fez uma declaração polêmica em um vídeo no Facebook, na última segunda-feira (8), a pedido do Deputado Federal Marco Feliciano. O peso-médio mostrou seu “repúdio” a Fallon Fox, ex-militar, que é transexual e realizou lutas de MMA profissional contra mulheres, mas não sobe ao cage desde 2014.

    Fallon se destacou como a primeira transexual a lutar MMA. Isso aconteceu em 2011, quando derrotou Ricke Gomes por finalização. Já no MMA profissional, Fox, que nasceu em Ohio, nos Estados Unidos, realizou seis lutas, com cinco vitórias e apenas uma derrota – sofrida para Ashlee Evans-Smith, em 2013, por nocaute técnico.

    Fox não luta desde 2014 e chegou a gerar questionamento de diversas lutadoras do UFC, como Ronda Rousey e Miesha Tate, ambas ex-campeã peso-galo do Ultimate.

    A mudança de sexo de Fallon Fox aconteceu em 2006, na Tailândia. Antes da cirurgia, a lutadora esteve na Marinha dos Estados Unidos, se casou e chegou a ter uma filha. Após deixar o serviço militar, “Queen of Swords” chegou a trabalhou como motorista.

    Confira o vídeo abaixo e deixe a sua opinião:

    27 COMENTÁRIOS

    1. ESTILINGUINHO UM ATLETA QUE SE DIZ EM ASCENSÃO!!!! QUE DIZ QUERER ENFRENTAR SOMENTE OS DENTRE OS TOP 10 DE SUA CATEGORIA VEM COM ESSE PAPO DE LUTADOR PÉ DE CHINELO ??? ACHO OS ESTERÓIDES ESTÃO COMEÇANDO A MEXER COM SEU PSICOLÓGICO!!! ESTILINGUINHO EM VEZ DE SE PREOCUPAR EM SUBIR NO RANKING ENQUANTO A USADA NÃO CONSEGUE PEGAR SEU CICLO MISTERIOSO ELE FICA DANDO DESSAS !!!! PRIMEIRO DESAFIA UM LUTADOR QUE TEM IDSADE PARA SER SEU PAI…. EM FIM DE CARREIRA !!!! AGORA DESAFIA UM TRANS????? CRESCE NA CABEÇA ESTILINGUINHO E NÃO SOMENTE NO CORPO. FUIIIIIIIIIIIIIIIIIII

    2. “CRESCE NA CABEÇA ESTILINGUINHO E NÃO SOMENTE NO CORPO. FUIIIIIIIIIIIIIIIIIII”
      Vai vai, tomara que não volte mais. kuvascú tu é mto engraçado e burro, tu julga todo mundo, pra vc ninguém presta, mta teoria da consipiração na tua mente insana. Com certeza tú é uma pessoa totalmente infeliz, sempre colocando defeito em tudo, vai te fuder cú de cachorro kkkkk

        • REALMENTE, ESSE KoncúVasado, A SENHORA DEVERIA ANALISAR O CONTEXTO, PESQUISAR MAIS ACERCA DO CASO E NÃO SE DENUNCIAR INCLINANDO-SE EM DEFESA DO LUTADOR TRANSEX. Borrachinha foi CONVIDADO a falar sobre o assunto do ”HOMEM” que está massacrando as mulheres. SIM, ele está preocupado com o ranking e focado (acompanhe o twiter e as entrevistas). É, pelo jeito sua opinião está manchada pela imparcialidade, ou seja, vc deve ser uma ”quase mulher” hahshhahhahshahshsh

    3. Coloca sua mulher para lutar com uma transexual.
      Não importa se tá sem pinto animal, a força é incomparável.
      Vamos ver se as mulheres que se dizem homens se querem lutar no masculino.

    4. Borrachinha calado é um poeta! Aposto que é uma bicha enrustida que nem o Feliciano! Tem pinta de bombadão agressivo que assume a personagem só pra querer “compensar” o fato de morder fronha!

    5. kuneurotico contra a ciba pela nova divisao em qual o grana white faz parte a divisao dos trannis huahuahua a ciba tumour tanto suko que criou pinto na boneca o kuvasado vai levar muita vara na divisao dos ladyboys huahuahua

    6. Concordo com borrachinha, ele é homem, não interessa se tirou o piru, é homem, força de homem, estrutura de homem, genética masculina, só não tem o pirú, e quem defende é porque é ativista, ou transd, não tenho nada contra gay, nada mesmo, mas isso é COVARDIA, porque uma mulher que se diz homem , nãop vai lutar no masculino??? Ai não né??? DEIXEM DE SER HIPÓCRITAS, ISSO É UMA TREMENDA COVARDIA!!!!

    7. Ele lutar com um trans é o mesmo que o trans lutar com uma mulher. Um erro nao justifica o outro. Infantil esse desafio dele.

    8. Não sou a favor de uma transexual participar do MMA feminino. Por mais que tenha mudado seu gênero esteticamente, e devemos respeitar isso, fisicamente tem a estrutura masculina, o que nao seria justo.
      Porém Borrachinha começou mal, seguindo essa galera hipócrita da Bancada Evangélica (que nao tem nada de religiosos) como Feliciano, Bolsonaro, vendendo sua imagem por alguns likes e criar relações de certos beneficiamento midiáticos, errou feio. Pois não compete a ele tal juízo. Se quisesse realmente a não participação da dita lutadora trans no MMA feminino, era só fundamentar, junto a um advogado, uma petição junto a Comissão Atlética de Nevada e outras organizações responsáveis por regras do MMA. Mas a necessidade de buscar mídia, através da polêmica (ato bem ignorante), faz a pessoa perder qualquer coerência.

    9. Para quem não sabe, na Super Liga de volei feminino, jogando pelo Bauru de São Paulo tem a Tiffany jogando. Lá ela está promovendo uma polêmica muito grande pois as outras jogadoras não conseguem bloquear seus arremessos e cortadas. Eu não vou entrar no mérito da questão, mas ela era antes um jogador do vôlei masculino. Mudou o sexo e foi pro feminino. O estrago lá também tá grande com as meninas do vôlei. Eu somente quero pontuar que algumas situações têm que ser melhor consideradas. Uma coisa é você respeitar a opção e a orientação sexual de cada um. Outra, bem diferente, vem do entendimento de que são pessoas com capacidades iguais. Neste ponto eu concordo com o atleta do vídeo.

    10. Se isso virar moda no esporte em poucos anos o esporte feminino acabará, quer dizer, será dominado pelos transexuais. É mais um espaço que as mulheres perderão no ramo do trabalho.

    11. O levantado neste caso foi intenção e oportunismo do “trans” em ser vencedor(a) ou campeã(o). O problema é a falta de percepção do próprio em lutar contra mulheres biológicas.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome