Bisping chama Belfort de ‘hipócrita’ e descarta revanche no UFC Londres: ‘Possibilidade é zero’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 17/01/2018
Bisping chama Belfort de ‘hipócrita’ e descarta revanche no UFC Londres: ‘Possibilidade é zero’ Bisping não quer fazer revanche com Belfort no UFC Londres, em março (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Após superar o cancelamento da sua luta de despedida, no último domingo (14), contra Uriah Hall, pelo UFC Fight Night 124, em St. Louis (EUA), Vitor Belfort desafiou Michael Bisping para um confronto no UFC Londres, dia 17 de março. O brasileiro postou nas suas redes sociais revelando que “aceitou” a proposta do Ultimate para enfrentar o ex-campeão dos médios, porém, faltava o outro lado. E nesta quarta-feira (17), Bisping, em entrevista ao podcast “Believe You Me”, descartou qualquer possibilidade de uma revanche com Vitor.

“Não vou lutar contra o Vitor Belfort em Londres. Isso é 100% certo, de que não vou lutar contra ele. Possibilidade percentual é zero”, contou o ex-campeão dos médios, que também deseja encerrar a carreira no MMA e vê o evento em Londres, na Inglaterra, como ideal.

No primeiro encontro entre os dois, em 2013, Belfort conquistou um belo nocaute técnico sobre Bisping. Em um dos golpes desferidos, o “Fenômeno” causou um dano na retina do olho direito do inglês. Ao explicar o motivo de não aceitar a revanche, o ex-campeão relembrou esse fato e ainda disse que não gosta do brasileiro, o chamando de “hipócrita”.

“Posso ou não ter mais uma luta (na carreira). Então, aqui está o assunto. Eu não gosto do Vitor Belfort. As pessoas que olham para este vídeo, provavelmente estão dizendo: ‘Olhe para o olho dele, ele está com um problema’. É parte da razão pela qual eu nunca quis fazer um podcast de vídeo antes, porque meu olho é uma bagunça e foi o Belfort que fez isso. Eu não gosto do cara. Eu acho que ele é um hipócrita”, explicou Bisping, destacando também que não quer usar, em sua última luta da carreira, o já famoso “trash talk”.

“E não é apenas isso (lesão no olho). Para mim, o principal motivo é que eu não gosto do cara e, simplesmente, não quero estar associado a ele. Sei que se lutarmos, seria um típico desempenho de Michael Bisping de lixo e todo esse tipo de coisa nas pesagens e nas conferências de imprensa. Tudo isso. Eu falaria muita merda e eu não quero fazer isso. É a minha última luta (UFC Londres), e eu quero lidar comigo mesmo da maneira que eu manipulei a maior parte das vezes. Eu não quero que seja uma rivalidade amarga com um cara que me causou uma desfiguração. Prefiro ir lá, colocar o meu melhor pé para a frente, aproveitar o momento, lutar com alguém que eu respeito, lutar contra alguém que vai ser um desafio, mas eu tenho muito respeito e fazer isso de uma maneira elegante”, encerrou.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade