Após relutar e pedir para que o Ultimate investisse em sua divisão, Cris Cyborg deu uma importante declaração nas redes sociais no começo desta terça-feira (23). A campeã peso-pena afirmou que “aceitou” a luta contra Amanda Nunes, dona do cinturão dos galos, para o UFC 226, que será realizado no dia 7 de julho, durante a tradicional International Fight Week, em Las Vegas (EUA). Contudo, Dana White, presidente da organização, e a própria “Leoa”, ainda não se manifestaram sobre a declaração da curitibana.

Na última semana, em entrevista ao site MMA Fighting, Cyborg se mostrava mais favorável a superluta, mas fez algumas exigências. A campeã peso-pena deseja que a realização do confronto seja em um grande card, para que possa ter uma alta venda de pay-per-view. Cris ainda garantiu que iria “matar” Amanda dentro do cage, provocando a compatriota.

Confira a declaração de Cris Cyborg abaixo: