UFC bane membro da Jackson-Wink que fez post ofendendo Cyborg; veja e opine

Publicado em 03/01/2018 por: Yago Redua
UFC bane membro da Jackson-Wink que fez post ofendendo Cyborg; veja e opine Cris Cyborg não descarta confronto com Amanda Nunes e ainda provoca a brasileira (Foto: Reprodução)

publicidade

No último domingo (31), um dia após o UFC 219, Aragon, fotógrafo da Jackson-Wink MMA, equipe de Holly Holm, fez uma postagem nas redes sociais e chamou Cris Cyborg, campeã dos penas, de “homem”. Na terça-feira (2), o Ultimate se manifestou em um comunicado e apontou para o banimento do membro da equipe do Novo México de eventos futuros da organização.

“O UFC está ciente e incomodado com o comentário recente feito nas redes sociais por um representante da Jackson’s Wink MMA, academia de Albuquerque, Novo México, relacionado à campeã peso-pena Cris Cyborg. O UFC não tolera as observações usadas. A organização entrou em contato com a equipe de Albuquerque para informá-los que o profissional em questão não terá acesso a eventos futuros”, apontou o comunicado.

A campeã dos penas do UFC, que defendeu o título justamente contra Holm, no sábado (31), foi às redes sociais e pediu uma resposta da Jackson-Wink e do UFC. A equipe respondeu, condenou a atitude do fotógrafo, mas apontou para uma “provocação” da brasileira nos bastidores da T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA).

Já conhece o App da TATAME para celular e o nosso shopping virtual? Confira!

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade