Campeão dos meio-médios, Tyron Woodley flerta com a possibilidade de realizar alguma superluta, mas o objetivo de Dana White, presidente do Ultimate, é que o dono do cinturão mantenha o andamento da categoria. Em entrevista à FOX Sports americana no último domingo (14), logo após o UFC Fight Night 124, o “Big Boss” afirmou que o brasileiro Rafael dos Anjos é o primeiro nome na lista de desafiantes de Woodley.

“Assim que o Woodley estiver saudável, obviamente a luta contra o Dos Anjos é a luta a ser feita, especialmente depois da forma como ele lutou contra o Robbie Lawler. Estamos apenas esperando o Tyron Woodley se recuperar e voltar”, apontou Dana White que, em seguida, recebeu um retorno de Dos Anjos através das redes sociais do lutador.

“Ótimo ouvir o Dana White dizer que estou perto de lutar contra o Woodley. Primeiro, o Woodley tentou uma superluta contra o (Michael) Bisping, não aconteceu. Então, ele tentou com o Georges St-Pierre, depois Nate Diaz, e agora o McGregor. Você está sentindo seu tempo acabar e você está ficando desesperado por uma grande luta”, postou o brasileiro.

Logo na sequência, Woodley conversou com a imprensa e criticou a postura de Rafael dos Anjos em adotar a política do “trash talk”. O campeão disse que o brasileiro não precisa desse tipo de atitude e mandou ele “relaxar” enquanto aguarda o desenrolar da situação.

“Meu Deus do céu… Eu gosto do Rafael Dos Anjos, mas deixe o trash talking para quem sabe fazer isso. Eu disse a ele: ‘você não tem que fazer mais nada. Você acabou de vencer Robbie Lawler, o ex-campeão, então sente aí e relaxe! Você não tem que fazer mais uma luta, você não tem que tentar sair por aí falando, deixe isso para os outros’. Caras como ele, que já foram campeões, já venceram alguns caras do topo, não vale a pena você falar besteira. No final das contas, ele não está no controle, eu não estou no controle. Quando é para resolver, nós sabemos quem está no controle quando a luta é fechada”, encerrou.