Cerrone encerra má fase e vence Yancy no UFC Austin; Carlos Diego ‘salva’ Brasil

    Na noite deste domingo (18), em Austin, nos Estados Unidos, aconteceu o UFC Fight Night 126, marcado por lutas interessantes e que agitaram o público. No main event, Donald Cerrone interrompeu uma série de três derrotas seguidas e nocauteou Yancy Medeiros ainda no primeiro round. No co-main event, pelos pesos-pesados, Derrick Lewis conseguiu uma reviravolta no confronto para bater Marcin Tybura no último assalto. Dos três brasileiros no card, apenas Carlos Diego Ferreira venceu, “salvando a pátria”.

    Cerrone nocauteia e volta a vencer

    Após um primeiro round bastante amistoso, com os dois lutadores se respeitando no octógono, o “Cowboy” acelerou nos segundos finais e com uma combinação de jab e direto, atingiu em cheio o havaiano. Medeiros caiu no chão e Cerrone fechou a luta com mais três socos, decretando o nocaute técnico. Ainda no octógono, Donald analisou o triunfo.

    “Eu não posso reclamar de nada. Venci a luta por nocaute e ainda ganhei um beijo da minha avó. Foi muito legal. Eu sabia que o round estava acabando e tentei acabar com a luta. Agora eu empatei o maior número de vitórias da história do UFC. Quando quiserem que eu lute e bata esse recorde, basta me ligar e dizer aonde eu devo ir. É isso”, apontou o lutador, que chegou a 20 vitórias no Ultimate, mesmo número de Bisping e St-Pierre.

    Lewis renasce na luta e nocauteia

    Nos dois primeiros rounds, Tybura teve uma ação de efetividade superior em relação a Lewis. O polonês levou a luta para chão, tentou encaixar algumas finalizações e, além disso, aproveitou para minar o gás do norte-americano. Para o início do terceiro round, Derrick estava exausto e era um alvo fixo à frente de Marcin. No entanto, em uma tentativa de queda do europeu, Lewis acertou três cruzados que foram fatais para derrubar o adversário e garantir a impressionante vitória por nocaute técnico, se recuperando.

    Derrick Lewis virou a luta e nocauteou Marcin Tybura no co-main event em Austin (Foto Getty Images / UFC)

    Carlos Diego Ferreira salva o Brasil

    Dos três brasileiros presentes, o único a vencer no UFC Austin foi Carlos Diego Ferreira. O lutador retornou ao octógono neste domingo, após cumprir suspensão de dois anos por doping. Com muita vontade e o físico em dia, o triunfo aconteceu por nocaute técnico, ainda no primeiro round, sobre Jared Gordon, no encerramento do card preliminar.

    Entre os demais, o experiente Thiago Pitbull, que já foi desafiante de St-Pierre na divisão dos meio-médios, perdeu para o estreante Curtis Millender. O norte-americano nocauteou o brasileiro com uma joelhada na cabeça, no segundo round, após dominar o confronto. Já Francisco Massaranduba mostrou garra nos três rounds, mas não foi páreo para James Vicks e perdeu por decisão unânime dos jurados, quebrando uma boa série.

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC Fight Night 126
    Austin, Estados Unidos
    Domingo, 18 de fevereiro de 2018

    Card principal
    Donald Cerrone derrotou Yancy Medeiros por nocaute técnico no 1R
    Derrick Lewis derrotou Marcin Tybura por nocaute no 3R
    James Vick derrotou Francisco Massaranduba por decisão unânime dos jurados
    Curtis Millender derrotou Thiago Pitbull por nocaute no 2R
    Brandon Davis derrotou Steven Peterson por decisão unânime dos jurados
    Sage Northcutt derrotou Thibault Gouti por decisão unânime dos jurados

    Card preliminar
    Carlos Diego Ferreira derrotou Jared Gordon por nocaute técnico no 1R
    Geoff Neal finalizou Brian Camozzi com um esgana-galo no 1R
    Roberto Sanchez finalizou Joby Sanchez com um mata-leão no 1R
    Lucie Pudilova derrotou Sarah Moras por decisão unânime dos jurados
    Alex Morono finalizou Joshua Burkman com uma guilhotina no 1R
    Oskar Piechota derrotou Tim Williams por nocaute técnico no 1R

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome