Dirigente do Berkut, Rick Monstro exalta card histórico do ACB JJ 10 e garante: ‘É só a pontinha do iceberg’

    Por Yago Rédua

    O ACB JJ vem mudando o patamar dos eventos de Jiu-Jitsu ao redor do mundo, com cards históricos, como a edição de número 10, realizada no último mês de janeiro, em São Paulo. Nela, o evento reuniu grandes nomes da arte suave, em lutas que agitaram o público. Em entrevista à TATAME, Rick Monstro, ex-lutador do UFC e atual Management Director, analisou o evento realizado e disse que o Brasil merecia receber um espetáculo deste nível.

    “Aconselho a todos esperarem a próxima edição. Nunca vamos deixar o show cair. Minha analise é muito simples: o Brasil, por ser o berço do Jiu-Jitsu, merecia um evento e um card deste nível. Garanto que nunca existiu algo desta magnitude antes”, contou Rick, afirmando ainda que este é apenas o começo da trajetória do Berkut dentro da arte suave.

    “Vocês podem esperar renovações e lutas que nunca ninguém pensou que iria assistir. Lembre-se: nós, o ACB JJ, temos os maiores nomes do cenário mundial do Jiu-Jitsu assinados conosco. Já podem esperar que antes mesmo que vocês esqueçam as emoções desse card (ACB JJ 10), vamos surpreender com um novo”, apontou o dirigente.

    Uma das inovações do Berkut, que tem o lutador Davi Ramos como embaixador e Douglas Andrigo como Operator Manager, foi colocar o evento com lutas casadas, em um palco montado, da maneira feita pelas franquias de MMA. Segundo Rick, essa será a forma de trabalho da organização daqui pra frente, e ele ainda elegeu a “melhor luta” do ACB JJ 10.

    “Chegamos para fazer nosso modelo de negócio e acreditamos nele. Difícil pontuar (a melhor luta da noite), mas sem dúvida nenhuma, (Cláudio) Calasans e Patrick (Gaudio) deram um show. Fiquem ligados, essa é só a pontinha do iceberg chamado ACB JJ”.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome