Jones tem licença revogada pela CSAC, leva multa e aguarda pela USADA; veja

    Ex-campeão dos meio-pesados do Ultimate, Jon Jones compareceu em audiência da Comissão Atlética da Califórnia (CSAC), na terça-feira (27), em Anaheim (EUA). “Bones” teve sua licença cassada pelo órgão, além de receber uma multa de US$ 205 mil, referente ao uso da substância proibida Turinabol, no UFC 214, em julho de 2017. Jones agora aguarda o julgamento da USADA (Agência de Antidoping do EUA), sem data para ocorrer.

    Ao todo, Jones permaneceu por cerca de três horas no tribunal e evitou qualquer atitude emotiva, como em situações anteriores. O lutador manteve uma postura mais centrada e respondeu todas as perguntas feitas. Em um trecho, ele afirmou não ser “trapaceiro”.

    “Você pode me chamar de festeiro, de estúpido, mas trapaceiro é a algo que eu nunca, jamais vou admitir. Não é quem eu sou. (…) Vocês sabem que não faz o menor sentido. Por que eu tomaria esteroides uma semana antes de lutar?”, declarou o ex-campeão.

    A respeito da revogação da licença de lutador, os outros órgãos dos Estados Unidos e o próprio Ultimate devem adotar a decisão da CSAC. Referente à USADA, caso “Bones” consiga a pena mínima de um ano e retroativa ao seu último combate (julho de 2017), o lutador poderá tirar uma nova licença a partir de agosto deste ano e “recomeçar”.

    Em um dos pontos que chamaram a atenção, Jones revelou que não seguia a cartilha da USADA, parceira antidoping do UFC. Ao ser indagado que havia “assinado” o documento, “Bones” disse que a equipe que o gerencia “forjou” a assinatura. Nas redes sociais, mais tarde, o lutador agradeceu o apoio do órgão, em especial ao diretor executivo.

    “Quero agradecer à CSAC (Comissão Atlética da Califórnia) por seu tempo e por ouvir meu caso, e ao diretor executivo Andy Foster por dizer que acredita em mim”, escreveu Jones.

    Diretor da CSAC comenta

    Andy Foster, diretor executivo da Comissão Atlética da Califórnia, comentou ao site MMA Fighting sobre a decisão de revogar a licença de Jones. O representante da CSAC disse que será importante a punição disciplinar da USADA e que, no momento, não enxerga o ex-campeão com condições de competir no MMA, mas isso é algo que pode mudar no futuro.

    “Quero ser muito claro: não acredito que devemos encerrar a carreira do Sr. Jones hoje. Mas, acredito que ele deve parar por um tempo. Ele já parou por um bom tempo. Eu garanto que ele já perdeu uma ou duas batalhas em que ele poderia ganhar dinheiro, eu garanto. Eu acho que devemos revogar sua licença. Essa é a minha recomendação. Eu não acho que o Sr. Jones chegue a ser um profissional de artes marciais mistas neste momento. Isso é o que eu acredito. Deixe-o lidar com a USADA, deixe a USADA dar sua disciplina, seja lá qual for. Quando isso for concluído, eu estaria inclinado a apoiar o pedido do Sr. Jones para retornar a esta Comissão e obter sua licença de volta”, comentou.

    12 COMENTÁRIOS

    1. Uma multa de dez milhoes de dólares teria mais efeito sobre o JJones. Ele sentiria no bolso, que é a parte mais dolorida do corpo humano, e se fosse reincidente deveria pagar o dobro. Só que esse dinheiro, só uma parte pequena, iria para essa comissão; a parte maior deveria ir para os lutadores contra quem ele lutou, como o Cormier, como indenização. Dá próxima vez, ele pensaria muito antes de ser trapaceiro, que é o que ele é embora não admita.

    2. É o verdadeiro campeão, até que alguém o vença e quem entende um pouco de arte marcial, sabe que o que ele faz não vem de esteróides e etc. A disparidade técnica é muito grande.

    3. Eu também estou torcendo pro JJones voltar, porque quero ver ele apanha muito, sai regaçado do octogon. A grande maioria das vitórias dele, pra não dizer todas, se deve em primeiro lugar aos esteroides que ele tomou para ficar mais resistente, rápido e se cansar menos. Ele pode até ter técnica, mas a diferença a favor dele foi mesmo os esteroides. Em segundo lugar, as vitórias dele se devem a sua altura, a grande maioria dos que lutaram com ele são mais baixos, isso pode não significar muito, mas ajuda muito ele. Em terceiro lugar, a grande maioria que lutou contra ele, já entrou no octogon com medo, isso já é ponto pra ele. Particularmente, acho que os esteroides não fariam muita diferença se ele pegar um cara mais alto que ele, e mais agressivo, que aguente atuar no desconforto e seja resistente. Acho que ele é peso pesado, não deveria lutar nos 93kg, mas nos pesados. Lá tem caras mais altos que ele e vamos ver como ele se sai.

    4. aspirador de po e trapaceiro e destruidor de carros de luxo pirata da Estrada quase matou uma mulher gravida corre da policia com o bong e drogas na mao que porra e essa um ser humano naum pode ser pior tudo o que ele conquistou foi na base do suko quem discordar eu proponho pagar meia hora de cu em um fitness barato da vida kkkkkkkkkk

    5. Essa galera usa bomba pra aguentar uma carga maior de treino, o camp desses caras é muito desgastante, mas se eles renderem bem nos treinos e não se lesionarem consequentemente se darão bem em suas respectivas lutas que é a menor fatia comparado ao resto do camp.

    6. JON BONES JONES É UMA FARSA NUNCA FOI CAMPEÃO !!!!!!! É UMA FABRICA DE BOMBAS CASEIRAS !!!!
      SÓ LEIGO DISCORDA.

    7. Não concordo. JJ está invicto (aquela luta com o Mat Hammil não conta né?). Ele errou com os esteroides, mas não foi exclusivamente isso que fez ele ganhar. Ele já era campeão da categoria quando rodou a primeira vez.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome