Bruno Bastos detalha cinco caminhos para você driblar a derrota e ensina raspagem da meia-guarda; confira

Publicado em 01/02/2018 por: Diogo Santarém
Bruno Bastos detalha cinco caminhos para você driblar a derrota e ensina raspagem da meia-guarda; confira Bruno aposta na sua preparação e foco para conquistar mais um ouro, desta vez no Pan 2018 (Foto Mike Calimbas)

publicidade

Renomado professor e atleta, Bruno Bastos é daqueles campeões que sempre estudam a arte suave dentro e fora dos tatames, seja na parte mental ou técnica. Com uma carreira recheada de medalhas de ouro da IBJJF, que contém títulos do Mundial e Pan-Americano, Bruno destrinchou cinco conceitos para você lidar com a derrota e melhorar o seu Jiu-Jitsu.

“É preciso entender que você não compete para provar algo para alguém”, destaca Bruno, ao explicar um dos primeiros passos para o praticante de Jiu-Jitsu lidar com a derrota.

A seguir, ele detalha cincos caminhos para você driblar a derrota, crescer e voltar mais forte em uma próxima competição. No fim, o faixa-preta da LEAD BJJ ainda mostra uma posição exclusiva do seu jogo e muito eficiente: a raspagem da meia-guarda. Confira!

1. A derrota vai acontecer
“Aceitar que em algum momento você vai perder, pois nenhum competidor escapa disso”

2. Não tente provar nada
“Entenda que você não está competindo para provar algo para alguém, mas porque você está desenvolvendo suas qualidades como pessoa. Afinal, a vida é uma competição”

3. Sua família vai te apoiar sempre
“Lembre-se que, quem te admira, seus verdadeiros amigos e familiares queridos, estarão ao seu lado, independente de vitória ou derrota em uma luta ou campeonato”

4. Analise a sua derrota
“Entenda a derrota: você pode perder por erro técnico, falta de concentração, estratégia errada, dieta errada, falta de periodização do treinamento ou overtraining, entr tantos outros. E sim, simplesmente o seu adversário pode ser melhor que você naquele dia”

5. Use a derrota para melhorar
“Não se esqueça: se você não perdesse nunca, por que a vitória seria tão especial? Na história, quantas pessoas de extremo sucesso, dentro e fora do esporte, ‘aproveitaram’ a derrota como marco no crescimento delas, para se tornarem o sucesso que são? A derrota pode fazer sua jornada afundar ou ser grandiosa. Você decide o que a derrota faz”

Abaixo, confira a raspagem da meia-guarda de Bruno Bastos:

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade