Dana condena atuação de Yamasaki na luta Shevchenko x Pedrita: ‘De dar nojo’

Publicado em 04/02/2018 por: Mateus Machado
Dana condena atuação de Yamasaki na luta Shevchenko x Pedrita: ‘De dar nojo’ Valentina Shevchenko teve um amplo domínio sobre Priscila Pedrita em Belém (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Co-main event do UFC Belém, realizado no último sábado, o duelo entre Valentina Shevchenko e Priscila Pedrita, válido pela divisão peso-mosca feminino, mostrou um grande domínio da atleta do Quirguistão sobre a brasileira, que fez sua estreia na organização. O confronto terminou com uma finalização de “Bullet” no segundo round, todavia, a grande maioria dos fãs e especialistas na modalidade foram unânimes em afirmar que o combate poderia ter sido interrompido antes, pela superioridade e grande número de golpes contundentes aplicados por Valentina.

Quem também se mostrou partidário à opinião foi o presidente da organização, Dana White. Através das redes sociais, o “Big Boss” fez elogios à resistência de Priscila Pedrita, no entanto, condenou a interrupção tardia do árbitro Mário Yamasaki, e fez duras críticas ao brasileiro.

“Priscilla Cachoeira, você mostrou muito coração e coragem nessa luta. Estou honrado em tê-la lutando no UFC. Infelizmente, o árbitro está lá para protegê-la, e Mário (Yamasaki) NÃO fez isso. Esta não é sua primeira atuação de dar nojo no octógono. Outra coisa infeliz é que eu não posso fazer nada sobre isso, só a Comissão Brasileira pode, e espero que, após essa amostra assustadora e incompetente, ele jamais pise no octógono de novo. A diferença de golpes atingidos foi de 230-3”, disse Dana White.

RESULTADOS COMPLETOS: 

UFC Belém
Sábado, 03 de fevereiro de 2018
Arena Mangueirinho, em Belém (PA)

Card principal

Lyoto Machida derrotou Eryk Anders por decisão dividida dos jurados
Valentina Shevchenko finalizou Priscila Pedrita com um mata-leão no 2R
Michel Trator derrotou Desmond Green por decisão unânime dos jurados
Timothy Johnson derrotou Marcelo Golm por decisão unânime dos jurados
Douglas D’Silva derrotou Marlon Vera por decisão unânime dos jurados
Thiago Marreta derrotou Anthony Smith por nocaute técnico no 2R

Card preliminar

Serginho Moraes derrotou Tim Means por decisão dividida dos jurados
Alan Nuguette derrotou Damir Hadzovic por decisão unânime dos jurados
Polyana Viana finalizou Maia Stevenson com um mata-leão no 1R
Iuri Marajó derrotou Joe Soto por nocaute técnico no 1R
Deiveson Figueiredo derrotou Joseph Morales por nocaute técnico no 2R

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade