Por Yago Rédua

Campeão do GP até 95kg do ACB JJ, em dezembro passado, Felipe Preguiça marcou presença na edição de número 10, realizada em São Paulo, na última sexta-feira (26). O faixa-preta conversou com à TATAME, exaltou a estrutura e organização do evento, além de dizer que queria participar do histórico card, mas que estava de olho no próximo desafiante dentro da categoria.

“Eu conheço a estrutura do ACB como ninguém e é muito legal assistir aqui no Brasil, com ginásio lotado. Já começou bem e vai levar o nome do esporte para outro patamar. Com certeza (deu vontade de participar). Como eu sou o dono do cinturão, tenho que saber que vai sair do ranking para me desafiar”, projetou Preguiça, que citou o confronto entre Adam Wardzinski e Erberth Santos, que terminou com a vitória do polonês no ACB JJ 10.

“É difícil escolher (um). São dois atletas muito bom, eu já lutei com o Erberth mais de sete vezes e o Adam duas, ficarei feliz de enfrentar qualquer um deles. Em 2018, quero manter os cinturões do ACB, além de lutar o Mundial e Abu Dhabi”, encerrou.