Em luta bem equilibrada, Lyoto vence Anders e lidera supremacia brasileira no UFC Belém; veja

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 04/02/2018
Em luta bem equilibrada, Lyoto vence Anders e lidera supremacia brasileira no UFC Belém; veja Lyoto se recuperou lutando em casa e agora quer aumentar a boa fase (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Foi um grande show da torcida paraense. Comparecendo em bom público à Arena Mangueirinho, os brasileiros organizaram uma grande festa no UFC Belém, realizado no último sábado (3). Tal energia se transferiu para dentro do octógono, e o que se viu foi um ótimo aproveitamento a favor dos atletas que representaram a bandeira verde e amarela. Das 11 lutas, foram nove triunfos para os brasileiros, incluindo o de Lyoto Machida, que em luta bem disputada contra Eryk Anders, saiu vencedor na decisão dividida dos jurados, após cinco rounds de luta. No co-main event, uma atuação irretocável de Valentina Shevchenko, que não deu chances para a estreante Priscila Pedrita e finalizou com um mata-leão no segundo assalto.

Ainda pelo card principal, Michel Trator, Douglas D’Silva e Thiago Marreta também venceram. O peso-pesado Marcelo Golm, que vinha invicto no MMA, acabou sendo derrotado para o experiente Timothy Johnson na decisão unânime dos jurados. No card preliminar, mais um grande aproveitamento dos brasileiros que estiveram em ação, com destaques para Deiveson Figueiredo, Iuri Marajó e Polyana Viana, que saíram vencedores com nocautes e finalização, respectivamente. Além disso, Alan Nuguette e Serginho Moraes saíram vencedores na decisão dos jurados.

Em luta bem equilibrada, Lyoto vence Anders e leva torcida à loucura

Procurando medir bem a distância desde o começo da luta, Lyoto Machida teve boa atuação nos primeiros cinco minutos de combate. Com bons chutes aplicados, o brasileiro derrubou Eryk Anders em um deles e manteve a luta sob controle no chão por um bom tempo. Quando a luta voltou a ficar em pé, o “Dragão” seguiu em vantagem na luta em pé. No segundo assalto, enquanto Machida explorava mais o controle da distância, a movimentação e os chutes, Anders se mostrava mais ofensivo e apostou nos golpes mais incisivos com a esquerda.

No terceiro round, logo de início, o brasileiro sofreu uma joelhada que abriu um corte em seu olho. O combate seguiu bem equilibrado, com Lyoto mostrando menos resistência e com o americano mantendo a estratégia de aplicar golpes mais contundentes. No quarto assalto, Machida voltou a apostar mais nos chutes, todavia, ao tentar se livrar de um golpe do seu oponente, acabou se desequilibrando e caiu, levando uma nova joelhada no momento em que se levantou. Na reta final, o “Dragão” sofreu a queda, mas não sofreu ações mais contundentes.

No quinto e último round, a luta voltou a ficar mais aberta e Lyoto Machida passou a explorar novamente mais a movimentação e seus chutes, enquanto Eryk Anders seguiu em busca de um golpe letal de esquerda. Mostrando-se mais ativo no quinto assalto, o baiano radicado no Pará saiu vencedor na decisão dividida dos jurados e voltou a vencer pelo Ultimate após três derrotas consecutivas.

Lyoto apostou mais nos chutes e na movimentação durante a luta contra Anders (Foto: Getty Images)

Lyoto apostou mais nos chutes e na movimentação durante a luta contra Anders (Foto: Getty Images)

Valentina domina do início ao fim e finaliza Pedrita

Ex-desafiante ao cinturão peso-galo do Ultimate, Valentina Shevchenko confirmou seu favoritismo na estreia na divisão dos moscas. Diante da estreante Priscila Pedrita, a lutadora do Quirguistão mostrou-se dominante desde o primeiro minuto de luta. Com um jogo muito forte por cima no chão, Valentina conectou inúmeros golpes no ground and pound. No segundo assalto, o domínio seguiu, e Shevchenko voltou a conseguir a queda logo no início. Totalmente entregue na luta, a brasileira bem que tentou resistir, mas deu os três tapinhas após “Bullet” aplicar o mata-leão, dando fim ao combate.

Valentina teve grande domínio e derrotou a estreante Priscila Pedrita no segundo round (Foto: Getty Images)

Valentina teve grande domínio e derrotou a estreante Priscila Pedrita no segundo round (Foto: Getty Images)

Marreta tem atuação implacável e segue embalado

Após começar o primeiro round em desvantagem, sofrendo a queda, Thiago Marreta utilizou sua força e técnica para reverter a posição, e logo já estava por cima no solo. Com golpes potentes, o brasileiro levou a vantagem sobre Anthony Smith nos primeiros cinco minutos. No segundo assalto, o carioca definiu a luta. Após acertar um chute em cheio na costela do adversário, Marreta conectou mais uma sequência de golpes e saiu vencedor por nocaute técnico, conquistando seu quarto triunfo consecutivo na organização.

Thiago Marreta teve ótima atuação, nocauteou Smith e emplacou quarta vitória seguida (Foto: Getty Images)

Thiago Marreta teve ótima atuação, nocauteou Smith e emplacou quarta vitória seguida (Foto: Getty Images)

Polyana Viana estreia no Ultimate com bela finalização

Em duelo de estreantes no UFC Belém, sobressaiu a técnica de Polyana Viana sobre Maia Stevenson. Mostrando superioridade sobre sua oponente desde o início, a paraense mostrou a força do seu Jiu-Jitsu e, depois de algumas tentativas, finalizou a americana com um mata-leão, conquistando sua primeira vitória pelo Ultimate.

Polyana Viana estreou de forma contundente e finalizou Maia Stevenson (Foto: Getty Images)

Polyana Viana estreou de forma contundente e finalizou Maia Stevenson no mata-leão (Foto: Getty Images)

Iuri Marajó vence Soto de maneira avassaladora

Vindo de duas derrotas consecutivas e lutando em casa, Iuri Marajó teve uma noite perfeita. Diante de Joe Soto, o brasileiro não deu chances ao seu adversário e, de maneira avassaladora, nocauteou o americano ainda no primeiro round, após uma boa sequência de golpes, que só parou com a interrupção do árbitro, levando o torcedor paraense à loucura.

Iuri Marajó teve desempenho avassalador e nocauteou Joe Soto ainda no primeiro round (Foto: Getty Images)

Marajó teve desempenho avassalador e nocauteou Joe Soto ainda no primeiro round (Foto: Getty Images)

Deiveson nocauteia adversário e segue invicto no MMA

Dominante desde o início do confronto, Deiveson Figueiredo se mostrava melhor tanto na trocação quanto na parte de chão, onde dominou Joseph Morales no ground and pound. A vitória, que não veio por pouco no primeiro round, foi conquistada no segundo assalto. Após conectar um potente golpe, o brasileiro viu seu oponente cair e, a partir disso, acertou mais uma sequência de socos, com o árbitro fazendo a intervenção logo em seguida, decretando a vitória do paraense por nocaute técnico. Agora, são 14 vitórias de Deiveson no MMA, seguindo invicto na modalidade.

Deiveson Figueiredo não deu chances a Joseph Morales e nocauteou no segundo round (Foto: Getty Images)

Deiveson Figueiredo não deu chances a Joseph Morales e nocauteou no segundo round (Foto: Getty Images)

RESULTADOS COMPLETOS: 

UFC Belém
Sábado, 03 de fevereiro de 2018
Arena Mangueirinho, em Belém (PA)

Card principal

Lyoto Machida derrotou Eryk Anders por decisão dividida dos jurados
Valentina Shevchenko finalizou Priscila Pedrita com um mata-leão no 2R
Michel Trator derrotou Desmond Green por decisão unânime dos jurados
Timothy Johnson derrotou Marcelo Golm por decisão unânime dos jurados
Douglas D’Silva derrotou Marlon Vera por decisão unânime dos jurados
Thiago Marreta derrotou Anthony Smith por nocaute técnico no 2R

Card preliminar

Serginho Moraes derrotou Tim Means por decisão dividida dos jurados
Alan Nuguette derrotou Damir Hadzovic por decisão unânime dos jurados
Polyana Viana finalizou Maia Stevenson com um mata-leão no 1R
Iuri Marajó derrotou Joe Soto por nocaute técnico no 1R
Deiveson Figueiredo derrotou Joseph Morales por nocaute técnico no 2R

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade