Embalado, Adriano Moraes defende cinturão contra Reece McLaren: 'Quero colocar um jogo movimentado'

Publicado em 26/02/2018 por: Yago Redua
Embalado, Adriano Moraes defende cinturão contra Reece McLaren: 'Quero colocar um jogo movimentado'

publicidade

Adriano Moraes vai calçar as luvas de competição para defender o cinturão peso-mosca no One Championship – Visions of Victory, no dia 9 de março, em Kuala Lumpur, na Malásia. O brasileiro enfrentará Reece McLaren, que vem de vitória sobre Anatpong Bunrad por finalização no primeiro assalto. Reece é um adversário cascudo e que desceu de categoria, depois de ter perdido a disputa de cinturão contra Bibiano Fernandes no peso-galo.

Adriano, dono de 17 vitórias e apenas duas derrotas no MMA, fará sua 11ª luta no One Championship e está muito animado para dar continuidade ao seu legado na organização, onde é atleta desde 2013, com mais uma defesa de cinturão.

“Meu coração é só agradecimento, são cinco anos de ONE Championship. A minha torcida é muito calorosa e valiosa. É uma honra poder representar meu time, minha família, meus amigos e meus fãs. Quero colocar a bandeira do Brasil no lugar mais alto. Estou muito feliz em poder voltar a cidade onde tudo começou, Kuala Lumpur é uma cidade incrível e tem uma energia muito boa. Será minha décima primeira luta e só tenho a agradecer a Deus por me dar saúde, para eu continuar praticando esse esporte. Viver sob pressão na vida é algo inevitável. Grandes coisas só acontecem quando você sabe lidar com a pressão, ter o equilíbrio e certeza que o seu trabalho vai ser efetuado positivamente, toda essa pressão acaba ficando muito pequena. Ser campeão não é fácil, mas Dona Mirtes me fez um homem e eu estou aqui para sempre representar meu povo da melhor forma possível”, comentou o animado Moraes, antes de analisar seu adversário, Reece McLaren.

“Reece é um contender da categoria galo. Ele fez um lutão com Bibiano Fernandes. Reece é faixa-preta de Jiu-Jitsu e com um jogo de Wrestling bem chato e gosta da trocação. Quero aproveitar as falhas que ele tem no jogo dele e colocar um jogo bem movimentado para cima dele e sair com a vitória. Esse é o foco”, apontou.

Habilidoso na parte em pé, Adriano veste a camisa 10 quando o assunto é Jiu-Jitsu. O faixa-preta, que tem nove finalizações na carreira de MMA, quer mostrar toda sua evolução nos socos e chutes, mas sem esquecer suas raízes.

“Eu iniciei minha vida de atleta competindo no Jiu-Jitsu e se hoje eu estou no MMA e campeão foi por conta disso. Sinto-me muito tranquilo na parte de grappling, mas quero mostrar minha evolução no jogo em pé”, encerrou.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade