Yamasaki se pronuncia após críticas em Belém: ‘Permiti a Pedrita ser guerreira’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 06/02/2018
Yamasaki se pronuncia após críticas em Belém: ‘Permiti a Pedrita ser guerreira’ Yamasaki recebeu críticas de Dana White por sua condução no duelo Valentina x Pedrita (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Realizado no último sábado (3), o UFC Belém teve como principal polêmica a condução do duelo entre Valentina Shevchenko e Priscila Pedrita. No “olho do furacão”, Mário Yamasaki, árbitro central do confronto, falou pela primeira vez após as diversas críticas recebidas por não interromper o combate durante o “atropelo” protagonizado por “Bullet”.

Em um comunicado enviado à imprensa, Mário explicou que deu uma chance para Pedrita ser “guerreira”. Por isso, ele não parou a luta logo, que acabou com a brasileira sendo finalizada no segundo round e, posteriormente, com o árbitro recebendo diversas críticas.

Confira o comunicado abaixo:

“Durante o segundo round, sinalizei para a atleta (Priscila) Pedrita que se ela não se movimentasse eu estaria parando a luta, e toda vez que eu ia parar sinalizava para ela. Ela, então, se mexia na tentativa de escapar dos golpes. Infelizmente também não consigo controlar o número de golpes deferidos – novamente, enquanto a mesma busca uma reviravolta ela está no game. Lutadores passam por períodos de muito esforço e dedicação para estar lá, MMA é um esporte de contato e ninguém gosta da luta interrompida sem a chance de reverter o resultado. Ao meu ver, permiti a Pedrita ser guerreira e continuar lutando. Poderia ter parado a luta no segundo crucifixo ou na montada, mas ela se mexeu o tempo todo. Reconheço também que deveria ter parado na primeira batida do mata-leão, mas somente parei segundos depois. Quanto a opinião alheia, é de direito emiti-la”.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade