Leandro Lo brilha e leva novo ouro duplo no Pan; Luiza Monteiro fatura o absoluto

    Com grande atuação, Leandro Lo voltou a conquistar o ouro duplo no Pan de Jiu-Jitsu 2018 (Foto IBJJF)

    Considerado um dos principais eventos do calendário na arte suave, o Pan de Jiu-Jitsu, organizado pela IBJJF, teve seu encerramento no último domingo (11), com diversas feras da modalidade em ação. Repetindo o feito do ano passado, Leandro Lo voltou a faturar o ouro duplo na faixa-preta, sendo campeão nos pesados e no absoluto. No feminino, a campeã do peso aberto foi Luiza Monteiro, que fechou com a companheira Bia Basílio.

    Em sua categoria de peso, Lo teve pela frente na final o americano Tanner Rice e saiu vencedor por 2 a 0 nos pontos. Já no absoluto, o líder da NS Brotherhood encarou o jovem Gutemberg Pereira e ganhou pelo mesmo placar, consolidando seu ouro duplo. Já no feminino, nos médios, Luiza Monteiro fechou com a experiente Angélica Galvão, que ficou com o título. No peso aberto, Luiza voltou a fechar – agora com o ouro -, com Bia Basílio.

    Confira os resultados completos do Pan 2018 da IBJJF, aqui

    Finais por categoria no masculino

    As disputas das finais na faixa-preta começaram no peso-galo, onde Tomoyuki Hashimoto derrotou Koji Shibamoto por 2 a 1 nas vantagens e sagrou-se campeão. No peso-pluma, o vencedor foi João Miyao, que superou Pablo Mantovani por 6 a 4 nos pontos. No peso-pena, Gianni Grippo venceu Shane Hill-Taylor por 4 a 1 nas vantagens e também garantiu o ouro. Já no peso-leve, JT Torres e Michael Liera Jr. fecharam entre eles para a Atos.

    Na divisão dos médios, confirmando sua boa fase, o jovem Gabriel Arges derrotou Marcos Tinoco por 1 a 0 nas vantagens e foi o grande campeão. Nos meio-pesados, Lucas Hulk e Gustavo Braguinha fecharam, em mais uma dobradinha da Atos. No super-pesado, melhor para Keenan Cornelius, que superou Mahamed Aly por 1 a 0 nas vantagens. Fechando as disputas por categoria no masculino faixa-preta, João Gabriel Rocha finalizou Ricardo Evangelista com um armlock e garantiu mais um título do Pan para o seu currículo.


    Finais por categoria no feminino

    Na categoria peso-pluma, Gezary Matuda foi a campeã após derrotar Talita Alencar na decisão dos árbitros. No peso-pena, Karen Antunes teve um retorno triunfal e garantiu o ouro após vencer Jaqueline Moraes por 4 a 0 nos pontos. Na divisão dos leves, Bia Mesquita assegurou o primeiro lugar ao finalizar Jena Bishop no estrangulamento.

    Na divisão dos meio-pesados, Nathiely Jesus manteve a ótima fase e foi campeã após superar Carina Santi por 8 a 6 nos pontos. No peso-pesado, o ouro ficou com Maria Malyjasiak, que venceu Yacingta Nguyen-Huu por 2 a 0 nos pontos. Já no super-pesado Cláudia do Val garantiu o título ao finalizar Hillary Vanornum com uma omoplata.

    Luiza Monteiro conquistou o absoluto e, na categoria, fechou com Angélica Galvão (Foto: FloGrappling)
    Luiza Monteiro conquistou o absoluto e, na categoria, fechou com Angélica Galvão (Foto FloGrappling)

    Kaynan brilha na faixa-marrom

    Grande revelação da Atos, Kaynan Duarte foi o “cara” na faixa-marrom do Pan 2018. Para garantir o ouro duplo, primeiro o lutador superou Leon Brito, da BTT, na final dos pesados. Depois, em grande atuação até a decisão do absoluto, fechou com seu companheiro de equipe Dominique Bell, que havia sido bronze no peso-meio-pesado.

    Entre outros destaques, quem também brilhou foi Kennedy Maciel, filho do casca-grossa Rubens Charles Cobrinha. Sem tomar conhecimento dos rivais, o jovem chegou à final do peso-pluma, e após fechar com Vagner Silveira, garantiu mais um ouro para sua coleção.

    @kaynanduarte is a passing machine! #ibjjfpan2018 Watch all matches live on @flograppling, link in bio.

    Uma publicação compartilhada por IBJJF (@ibjjf) em


    Atos garante título por equipes

    Na disputa por equipes no Pan de Jiu-Jitsu, a grande campeã foi a Atos, que garantiu incríveis 142 pontos. Em segundo, ficou a Alliance, com 60 pontos, seguida da Cícero Costha, que terminou a competição com 44 pontos. No feminino, a Alliance ficou venceu com 44 pontos, à frente da Atos e da Gracie Humaitá, com 36 e 33, respectivamente.

    Confira abaixo os resultados completos do adulto faixa-preta:

    > Masculino

    Peso-galo – Tomoyuki Hashimoto venceu Koji Shibamoto por 2 a 1 nas vantagens
    Peso-pluma – João Miyao venceu Pablo Mantovani por 6 a 4 nos pontos
    Peso-pena – Gianni Grippo venceu Shane Hill-Taylor por 4 a 1 nas vantagens
    Peso-leve – JT Torres e Michael Lieira Jr. fecharam para a Atos
    Peso-médio – Gabriel Arges venceu Marcos Tinoco por 1 a 0 nas vantagens
    Peso-meio-pesado – Lucas Hulk e Gustavo Braguinha fecharam para a Atos
    Peso-pesado – Leandro Lo venceu Tanner Rice por 2 a 0 nos pontos
    Peso-super-pesado – Keenan Cornelius venceu Mahamed Aly por 1 a 0 nas vantagens
    Peso-pesadíssimo – João Gabriel Rocha finalizou Ricardo Evangelista no armlock
    Absoluto – Leandro Lo venceu Gutemberg Pereira por 2 a 0 nos pontos

    > Feminino

    Peso-pluma – Gezary Matuda venceu Talita Alencar na decisão dos árbitros
    Peso-pena – Karen Antunes venceu Jaqueline Moraes por 4 a 0 nos pontos
    Peso-leve – Bia Mesquita finalizou Jena Bishop no estrangulamento
    Peso-médio – Angelica Galvão e Luiza Monteiro fecharam para a Atos
    Peso-meio-pesado – Nathiely Jesus venceu Carina Santi por 8 a 6 nos pontos
    Peso-pesado – Maria Malyjasiak venceu Yacingta Nguyen-Huu por 2 a 0 nos pontos
    Peso-super-pesado – Cláudia do Val finalizou Hillary Vanornum na omoplata
    Absoluto – Luiza Monteiro e Bia Basílio fecharam para a Atos

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome