Shooto Brasil 81: dois cinturões em jogo e a expectativa de muita ação na Upper Arena, no Rio de Janeiro

    Falcão aposta na ótima fase, de cinco vitórias, para brilhar no Shooto Brasil 81 (Foto Natalino Werneck Produções)

    Considerado um dos eventos mais consolidados do MMA nacional, o Shooto Brasil realiza mais edição na sua história neste final de semana, no Rio de Janeiro. A noite de sábado (17) marca o 81° show da organização, com um card que promete estremecer a Upper Arena, casa do evento, no bairro do Flamengo, na Zona Sul carioca. No total são 11 lutas anunciadas até então, com destaque para o duelo principal da noite entre Pedro Falcão e Glyan Alves valendo o cinturão da recém-inaugurada categoria super-galo (até 63,5kg), uma novidade do Shooto. No co-main event, mais disputa de título. Mariana Morais e Lara Procopio duelam em busca do cinturão peso-galo (até 61,2kg), vago após a destituição de Priscila Souza do posto. O evento começa às 20h e terá transmissão ao vivo da TV fechada.

    “Estamos muito satisfeitos em poder cumprir nossa promessa de realizar as edições do Shooto quase que mensalmente. E essa, em específico, promete muito. O Pedro está há bastante tempo vencendo e merecendo essa chance. E o Glyan vem de um ótimo resultado sobre o Luciano, um dos melhores atletas da categoria. Em relação às meninas, em respeito aos fãs e atletas do Shooto tivemos que retirar o cinturão da Priscila e colocar ele em jogo, já que ela estava há mais de dois anos sem defendê-lo e também não poderia lutar agora. É o mais justo. A Mariana e a Lara vão disputar esse título”, finalizou Dedé Pederneiras, presidente do Shooto Brasil, sobre a edição que promete bastante emoção.

    Dedé falou ainda sobre a nova categoria até 63,5kg, denominada como peso-super-galo. A divisão não faz parte das novas categorias recém-incorporadas às regras unificadas de MMA, mas foi criada pelo Shooto junto com outras divisões, segundo Pederneiras, para facilitar o corte de peso dos atletas, sempre visando a saúde e bem-estar dos mesmos. A CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA), entidade que regulamenta as edições do Shooto, assim como os shows do UFC no Brasil, disse apoiar iniciativas como a de Dedé, sempre priorizando as melhores condições de saúde aos competidores, diminuindo riscos.

    Pedro Falcão encara algoz de companheiro de treinos

    O rondoniense Pedro Falcão é um dos protagonistas da noite do Shooto Brasil 81. Aos 25 anos, o atleta da Nova União chega embalado para disputar o cinturão inaugural da divisão dos super-galos diante de Glyan Alves. Ele vem de cinco triunfos consecutivos, todos eles no Shooto. E se isso não fosse suficiente, Pedro tem uma motivação extra para bater seu adversário. Glyan liderou o card da última edição do Shooto, em janeiro, e nocauteou Luciano Benício, companheiro de Falcão, ainda no round inicial do aguardado confronto.

    Glyan Alves quer surpreender Falcão para se tornar o primeiro campeão do super-galo (Foto Natalino Werneck Produções)

    Além de ter vencido Benício, Glyan Alves possui um cartel de nove vitórias e apenas três derrotas. Natural de Juiz de Fora (MG) e integrante da equipe Master Fight Team, ele vai em busca do seu terceiro triunfo seguido para entrar de vez na história do Shooto Brasil.

    Mariana Morais e Lara Procopio duelam por título vago

    No segundo duelo mais importante da noite, o cinturão peso-galo feminino (até 61kg) estará em disputa. A paulista Mariana Morais e a mineira Lara Procópio disputarão o título que pertencia a carioca Priscila Souza, destituída do posto após ficar mais de dois anos sem defender a cinta. Natural de São João da Boa Vista (SP), Mariana Morais chega para a disputa com a bagagem de ter passado por eventos internacionais, como o KSW e o Invicta FC. Com um cartel de 12 vitórias e seis derrotas, a atleta da PRVT pisará pela segunda vez no cage do Shooto Brasil. A primeira foi na edição 49, em homenagem ao BOPE, em 2014.

    Já a mineira da capital Belo Horizonte, Lara Procópio, não carrega um currículo tão extenso quanto a adversária. Com apenas quatro lutas profissionais no seu cartel, a atleta de 22 anos ainda está invicta com quatro triunfos. Assim como Mariana, Lara não é estreante no Shooto, tendo vencido Mayra Cantuario, no Shooto 77, em outubro do último ano. A mineira da equipe Nova União atua profissionalmente desde 2015 e é tida como promessa.

    O card do Shooto Brasil conta ainda com outras nove lutas. Os destaques são os duelos entre os experientes Jorjão Rodrigues, da tradicional equipe Kimura, e Benito Tavares, além da presença da promessa da Nova União Guilherme Doin, que enfrenta Paulo Zé Doido, e de Gláucio Eliziário, que retorna após fraturar o braço em seu último confronto.

    Os ingresso já estão à venda, com o seguinte formato: R$30 Arquibancada / R$50 Cadeira e R$150 Camarote – Academia Upper – Rua Marques de Abrantes, 96 – Flamengo (RJ).

    CARD COMPLETO:

    Shooto Brasil 81
    Upper Arena, no Rio de Janeiro (RJ)
    Sábado, 17 de março de 2018

    Glyan Alves x Pedro Falcão
    Mariana Morais x Lara Procópio
    Benito Tavares x Jorjão Rodrigues
    Paulo Zé Doido x Guilherme Doin
    Victor Romero x Gláucio Eliziário
    Adriano Sargento x Pedro de Souza
    Thiago Dela Coleta x Macksuel Baiano
    Diney Souza x Michel Costa
    Cemey Meiota x A definir
    Jorge Filho x A definir
    Wallace Lopes x Lucas Cardoso

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome