Zuluzinho enfrenta ex-TUF no Imortal FC 9 com esperança de voltar ao Japão: ‘A minha motivação é essa’

    Zuluzinho será uma das principais atrações do Imortal FC 9, em junho (Foto: Divulgação)
    Zuluzinho será uma das principais atrações do Imortal FC 9, marcado para junho (Foto divulgação)

    Batizada de “The Black Giant”, a nona edição do Imortal FC desembarca em São Luís do Maranhão no dia 2 de junho com um nome de peso – literalmente – no card. Trata-se do veterano Wagner Zuluzinho, filho da lenda local Rei Zulu e com passagens pelos extintos PRIDE e K-1. Astro da luta principal, o gigante terá pela frente o ex-TUF Cabo Job.

    Sem lutar desde 2010, Zuluzinho, atualmente com 39 anos de idade, aceitou o convite da organização curitibana com a esperança de voltar ao radar do MMA e, assim, ter a chance de ser convidado para lutar novamente no Japão, onde ficou conhecido por seu tamanho e por duelos contra as lendas das artes marciais Fedor Emelianenko e Rodrigo Minotauro.

    “Minha motivação é, em primeiro lugar, os fãs do PRIDE, que não perdiam uma edição do evento. Além disso, como o Imortal possui um grande alcance, quem sabe eu não sou convidado para lutar no Japão. Se acontecer, não penso duas vezes”, disse o lutador, que não faz ideia de quanto está pesando atualmente. “Ainda não me pesei, não sei dizer”.

    A missão de superar Zuluzinho fica por conta do policial militar do Rio de Janeiro Cabo Job, um dos participantes da terceira edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil, do UFC. Ainda sem saber quais armas irá usar contra o gigante, o carioca esbanja confiança.

    “Ele (Zuluzinho) é muito grande, muito pesado (risos), mas eu vou entrar para ganhar. Ainda não sei qual estratégia vou usar, deixo por conta dos meus treinadores, Beto Padilha e Hugo Duarte, mas, como sou mais leve, acredito que a minha velocidade fará diferença”.

    Presidente do Imortal FC, Stefano Sartori revelou que a luta principal do evento é uma homenagem à família de lutadores mais tradicional do Maranhão, comentou sobre.

    “Quem conhece a história do nosso esporte reconhece a figura histórica do Rei Zulu e a importância do trabalho que ele fez pelo esporte nos anos 70 e 80, então nada mais justo do que convidar um representante da família para fazer parte do Imortal nesta edição especial”, justificou. “Embora seja o anfitrião, o Zuluzinho não vai ter moleza, pois o Cabo Job é um cara duro, teve uma boa passagem pelo TUF, além de estar acostumado com grandes desafios, já que é um policial honrado e destemido. E para subir no cage com o Zuluzinho tem que ter muita coragem. Será uma edição histórica”, projetou Sartori.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome