O ano de 2018 está repleto de desafios no tatame para Horlando Monteiro. O faixa-preta, atual campeão europeu da IBJJF, vai disputar o Pan-Americano da IBJJF neste fim de semana, em Irvine, na Califórnia (EUA). Horlando está escalado na divisão meio-pesado.

Embalado com a recente conquista no Europeu, realizado em Portugal no mês de janeiro, Horlando comentou sobre os novos rumos da carreira e o que mudou depois do título.

“O título me deixou mais conhecido no mundo do Jiu-Jitsu, mas isso, para mim, não significa nada. Por outro lado, abriu mais portas para seminários e ao mostrar para meus patrocinadores que eles estão apostando na pessoa certa. O título me deixou mais confiante, pois sempre soube que eu tenho potencial para ganhar de qualquer um. Porém, quando realmente você ganha um campeonato grande, isso se concretiza”, detalhou.

Já em solo americano, Horlando fez toda sua preparação para o Pan em “casa”, em Natal, no Rio Grande do Norte, e contou sobre os diferencias de se preparar no Brasil e nos EUA.

“Fiz a maior parte do meu camp para o Pan em minha casa, em Natal. Eu gosto muito de treinar em casa, pois fico perto da minha família. Já cheguei no Arizona para finalizar meu camp. No Arizona é diferente de casa, pois não tenho muito o que fazer a não ser o Jiu-Jitsu. O foco é outro aqui, é totalmente business, treinamento o tempo todo”, diz Horlando.

Assíduo competidor desde os 12 anos de idade, Horlando ainda destrinchou a sua evolução dentro e fora dos tatames e do seu Jiu-Jitsu, que cada vez está mais justo na faixa preta.

“Eu acredito que evolui meu Jiu-Jitsu em todos os aspectos: por cima, por baixo e trocando queda. Estou mais maduro na faixa. Logo quando peguei a faixa preta, eu não saberia como iria sentir-me lutando contra caras de alto nível, eu pensava que eles eram pessoas de outro mundo (risos), mas não. Evolui muito e hoje tenho a certeza que tenho um Jiu-Jitsu e cabeça para bater de frente com qualquer um, principalmente os melhores, e são esses quem eu quero lutar e me testar contra”, encerrou o casca-grossa Horlando.