Luana Pinheiro celebra estreia em evento internacional e afirma: ‘Estou cada vez mais segura’

Publicado em 30/03/2018 por: Mateus Machado
Luana Pinheiro celebra estreia em evento internacional e afirma: ‘Estou cada vez mais segura’ Luana Pinheiro fará sua estreia em um evento internacional de MMA pelo Brave (Foto: Divulgação)

publicidade

Escalada para enfrentar Elaine “Pantera” Leal no Brave 11, em Belo Horizonte, no dia 13 de abril, Luana Pinheiro celebra a oportunidade de lutar em um grande evento internacional. A paraibana, de 25 anos, possui cinco lutas no MMA, com quatro vitórias e uma derrota. Para ela, estar no card do Brave significa ter suas conquistas reconhecidas em pouco tempo de MMA.

“Estou muito feliz em poder mostrar meu trabalho em um grande evento como o Brave. Essa oportunidade mostra que minha arte marcial está sendo reconhecida e que estou conquistando meu espaço no MMA aos poucos. Porém, o foco é o mesmo de sempre, fazer o que for necessário para terminar a luta com os braços erguidos”, destacou a lutadora.

No processo de preparação para o próximo desafio, os estudos sobre os pontos fracos e fortes do rival estão na pauta. Luana Pinheiro revela que tem estudado bastante o jogo de Elaine Leal e confia que suas valências serão mais do que suficientes para sair do cage do Brave CF com mais um triunfo em seu cartel.

“Já vi algumas lutas dela no passado, e agora estudei o jogo dela com mais afinco. Ela é uma lutadora experiente e agressiva, será um grande desafio pra mim. Porém, eu tenho todas as armas necessárias para vencê-la. Os treinos estão a todo vapor! Dia 13 de abril estarei pronta para conquistar a vitória”. analisou.

Luana Pinheiro iniciou sua jornada nas artes marciais aos dois anos de idade, praticando Judô. Na modalidade, ficou até os 22 anos, quando optou pela migração para as artes marciais mistas. No novo esporte, já são cinco combates, com quatro vitórias e apenas uma derrota. As finalizações têm sido sua principal arma para a vitória – sendo que já venceu por três vezes através deste recurso (duas chaves de braço e um mata-leão). Sua outra vitória, na estreia na nova modalidade, foi conquistada na decisão dos juízes.

Dois anos após a mudança de esporte, Luana destaca que se sente mais cômoda no MMA, porém, ainda está em processo evolutivo. A paraibana ressalta a importância da dedicação diária na academia para atingir os seus objetivos.

“A cada dia me sinto mais segura e habituada ao MMA, mas sei que ainda sou nova no esporte e tenho muito o que aprender. Meu foco está na minha evolução diária. Por isso, me dedico integralmente ao esporte. Todo dia estou na academia, escutando os conselhos das pessoas mais experientes e procuro aprender mais e mais para alcançar o nível que desejo”, concluiu.

CARD COMPLETO:

Brave 11
Esplanada do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Sexta-feira, 13 de abril de 2018

Luan “Miau” Santiago x Lucas “Mineiro” Martins
Erivan Pereira x Gesias “JZ” Cavalcante
Bruno Malfacine x Rafael “Mini Man” Pereira
Cleiton “Predador” Silva x Ahmed Amir
Carlos Souza x Georges Bardawill
Michiel Opperman x Bruno Assis
Marcel Adur x Fernando Lourenço
Marcos Conrado Jr. x Joaquim Ferreira
Alessandro Gambulino x Rodrigo Cavalheiro
Elaine Leal x Luana Pinheiro
Arnold Quero x Caio Gregório

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade