Ronda diz ter achado que ‘Deus a odiava’ após revés pra Amanda: ‘Não tinha nada’

Publicado em 21/03/2018 por: Yago Redua
Ronda diz ter achado que ‘Deus a odiava’ após revés pra Amanda: ‘Não tinha nada’ Ronda Rousey vem falando sobre o UFC, mas deixando o futuro em aberto sobre um possível retorno (Foto Getty Images)

publicidade

Ex-campeã do Ultimate, Ronda Rousey falou pela primeira vez sobre a derrota para Amanda Nunes, atual dona do cinturão peso-galo, no UFC 207, em dezembro de 2016. A entrevista foi exibida pelo WWE Raw, na última segunda-feira (19). A nova integrante do maior evento de lutas coreografadas do mundo contou as dificuldades que teve para superar o revés sofrido diante da brasileira e revelou o “pensamento” naquele momento.

“Me lembro de minha última luta, indo embora achando que Deus me odiava. Não tinha mais nada dentro de mim. Mas meu marido (Travis Browne, atleta do UFC) é uma pessoa incrível e tem me ajudado bastante nos momentos difíceis. Ele ficava ao meu lado e me dizia: ‘Você é mais do que uma lutadora’. Não é algo ruim e nem uma coisa da qual você tem que se sentir envergonhada. É algo que eu deveria valorizar e mostrar ao mundo, e é por isso que estou aqui”, contou Ronda, projetando ainda o seu futuro dentro do WWE.

“Achava que tudo o que importava era o ouro olímpico. Mas a vida passa e as coisas mudam. Veio o UFC e achei que aquilo era o que importava. Mas a vida muda. Vencer no WrestleMania parece a coisa com a qual eu mais me importo hoje. Acumulei muita milhagem para ser a melhor. Era o meu destino estar aqui, o destino me trouxe ao Wrestlemania”, encerrou a ex-campeã peso-galo do Ultimate, atualmente com 31 anos.

“Rowdy” assinou em janeiro com WWE e será uma das estrelas do WrestleMania 34, no próximo mês, em New Orleans (EUA). A ex-campeã do UFC fez até algumas aparições.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade