Conor paga fiança, vai responder em liberdade e tem audiência marcada; confira

    Conor McGregor teve fiança paga por Dillon Denis e vai responder em liberdade (Foto: Getty Images)

    Após toda a confusão causada na quinta-feira (5), nos bastidores do UFC 223, no Brooklyn (EUA), Conor McGregor precisou comparecer a Brooklyn Criminal Courthouse, nesta sexta-feira (6). O irlandês respondeu pelo crime de vandalismo e mais três infrações de agressão. A fiança de “Notorious”, estipulada no valor de US$ 50 mil, foi paga por Dillon Danis, treinador de Jiu-Jitsu. Conor não vai precisar entregar o passaporte e poderá responder em liberdade. Um novo julgamento foi marcado para o dia 14 de junho.

    A corte também anunciou um pedido de proteção para Michael Chiesa, Ray Borg, Ozzy Arias e Ricardo Chico, que foram atingidos por destroços, após McGregor, junto com um grupo de amigos, atacar um ônibus que levava atletas e treinadores. Cian Cowley, amigo de McGregor e que participou do ato de vandalismo, se entregou nesta sexta-feira e pagou a fiança de US$ 25 mil, como informou o site MMA Fighting.

    Vale lembrar, que a confusão teve início quando Conor apareceu de surpresa na arena que vai receber o UFC 223, quando os lutadores chegavam para o Media Day. O irlandês estava atrás de Khabib Nurmagomedov. Em seguida, o lutador arremessou objetos no vidro do ônibus que feriram Chiesa e Borg, obrigando o Ultimate a cancelar duas lutas do card

    Confira abaixo Conor McGregor na corte do Brooklyn:

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome