Ricardo vê ‘salto gigantesco’ na preparação de atletas e analisa trabalho com Patolino no CT Brasil

    Ex-UFC, William Patolino vem realizando trabalho físico com Ricardo no CT Brasil (Foto divulgação)

    Por Mateus Machado 

    A preparação física vem em constante crescimento e, nos últimos anos, se tornou um aspecto indispensável para um profissional da luta. Seja no Jiu-Jitsu, no MMA ou até mesmo em outra modalidade, o físico vem prevalecendo cada vez mais e é uma arma importante para o lutador. Faixa-coral de Jiu-Jitsu e também preparador físico, Ricardo Ferreira realiza trabalho com atletas de alto rendimento no CT Brasil, localizado no bairro da Tijuca (RJ), e conversou com a TATAME a respeito do crescimento da preparação física.

    Um dos profissionais que procurou Ricardo para fortalecer o aspecto físico foi William Patolino, atleta que ficou conhecido pelo público brasileiro por sua passagem no UFC. O preparador destacou a evolução de Patolino, analisou o trabalho que realiza com profissionais de alto rendimento, falou das vantagens de ser faixa-coral de Jiu-Jitsu, além de preparador físico, e avaliou como os lutadores trabalham a preparação física hoje.

    Confira a entrevista completa:

    – Trabalho realizado com atletas de alto rendimento

    Eu tento atender às necessidades que os atletas apresentam, tentando extrair o seu melhor, mas antes de mais nada, eu faço uma avaliação geral para saber o estado em que se encontram e o quanto podem melhorar, e a partir daí traçamos os nossos objetivos.

    – Vantagens de ser faixa-coral, além de preparador físico

    Com o tempo, você cria uma espécie de olho clínico, que permite enxergar o aluno e atleta por outro prisma. Essa experiência faz com que otimizemos o trabalho e pulemos algumas etapas dentro dos módulos de treinamento. Nem sempre o atleta sabe o que é melhor para ele… É aí onde entra a figura do mestre e treinador, que precisa ter essa percepção.

    – Trabalho desenvolvido com o ex-UFC William Patolino

    Fico muito contente de ter sido procurado pelo (William) Patolino, que além de um talento nas artes marciais, é um cara extremamente carismático. Ele está melhorando a cada dia e estou trabalhando forte também na questão psicológica, para torná-lo mais determinado ainda em seus combates. Nos quesitos força e potência, ele deu um salto grande nos últimos meses… A mão está bem mais pesada (risos), com certeza, e agora é aguardar.

    – Como avalia o trabalho de preparação física atualmente

    Falando especificamente do Jiu-Jitsu, houve um salto gigantesco na preparação dos atletas. Antigamente, a coisa era bem mais precária e bairrista, hoje em dia, atletas fazem camp fora de suas agremiações, eles têm uma vida regrada, alimentação, suplementação, treino técnico e físico… Essa característica multidisciplinar faz toda a diferença. Vários atletas vivem apenas do Jiu-Jitsu e em um país como o nosso, isto é um privilégio. É claro que podemos melhorar muito neste sentido, conscientizando os empresários a se beneficiarem das leis de incentivo ao esporte para alavancar mais ainda a nossa modalidade.

    Essa matéria é um oferecimento de Tauron. #UseTauron #NósLutamosComVocê. Para saber mais, clique aqui.

    Essa publicação também é um oferecimento de Kimonos Akira, a armadura que você precisa. Saiba mais aqui.

     

    SERVIÇO:

    CT Brasil: R. São Francisco Xavier, 178 – Tijuca, Rio de Janeiro
    Telefone: (21) 3174-2534
    Para mais informações, clique aqui

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome