Amanda fala sobre torcida ‘contra’ Bate-Estaca e rebate: ‘Apoio quem eu quiser’

    Amanda rebatou declarações de Jéssica Bate-Estaca e deu o seu ponto de vista do caso (Foto Getty Images / UFC)

    Por Yago Rédua e Mateus Machado

    No último mês de fevereiro, a brasileira Jéssica Bate-Estaca derrotou Tecia Torres no UFC Orlando. Após o confronto, a lutadora da PRVT Girls criticou a postura de Amanda Nunes, campeã peso-galo, que estava à beira do octógono torcendo para a norte-americana, sua companheira de treinos na Americana Top Team. Posteriormente, em coletiva de imprensa realizada no Rio de Janeiro, a “Leoa” disse que “não entendeu” as reclamações da compatriota e afirmou que é “livre” para torcer por quem ela quiser.

    “Eu fiquei sem saber um pouco, porque a Tecia (Torres) é minha amiga. Ela treina comigo desde quando eu cheguei na American Top Team. Jéssica (Bate-Estaca) é brasileira e eu fiquei feliz pela vitória dela, mas naquele momento, eu fui pela minha amiga. Porque se a Jéssica fosse a minha amiga, torceria por ela. Eu fiquei meio sem saber o motivo, sendo que na festa do Ultimate, estava eu, Nina, Tecia e uma outra menina do nosso time. A Jéssica estava sem ninguém, aí então, para ela não ficar só, eu a convidei para ficar em nosso grupo. Mas Tecia já estava no grupo, porque ela é a minha amiga. Acho que ela pensou um pouco mais de que tínhamos aquela amizade, mas não era aquilo. Não é porque ela lutou com a Tecia que eu não gosto dela. Foi ótimo, porque ela fez uma boa performance, foi um lutão. Não tem nada a ver, que eu torço contra. Tem que saber separar. O MMA não é isso, você torce para quem quiser e o respeito é importante”, disse.

    Em outro ponto da entrevista, Amanda foi indagada sobre a também brasileira Ketlen Vieira, que vem de importante vitória sobre Cat Zingano – última lutadora a derrotar a própria “Leoa”. Com respeito a Raquel Pennington, próxima desafiante ao cinturão dos galos, no UFC 224, dia 12 de maio, no Rio de Janeiro, a baiana disse que não quis pensar adiante na divisão, ao afirmar que a lutadora da Nova União merece disputar o cinturão.

    “Na verdade, foi uma pergunta que o repórter me fez e eu respondi. Ele estava falando que tinha a Ketlen (Vieira) também na disputa. Inclusive, ela ganhou de uma lutadora (Cat Zingano) que me venceu. Acho que a Ketlen, com certeza, tem a oportunidade de ser a próxima e isso foi o único motivo que eu falei dela, não queria colocar ela na frente desta luta com a Pennington, até porque essa luta já estava para acontecer”, encerrou Amanda.

    9 COMENTÁRIOS

    1. a Amanda, a Raquel, a Técia e a Bate-Estaca, comungam pelo mesmo catecismo : botam as aranhas pra brigar..

    2. RONDA LINDA RONDA ETERNA RONDA A UNICA E MAIOR E MELHOR LUTADORA DE MMA PESO POR PESO DO PLANETA …. A MAIOR EFESA DE CINTURÃO COM SEQUENCIA DE VITÓRIAS!!! A MAIS LINDA! A MAIS GATA !!!!
      MARAVILHOSA RONDA !!!!! NUNCA EXISTIRÁ NO PLANETA ALGUMA GURIA QUE CHEGUE PRÓXIMO A MUSA !!! SÓ LEIGO DISCORDA !!!!!!!!!

    3. Dona Amanda. Nota zero para a senhora. Depois de desafiar uma brasileira, de outra categoria, ainda torce por uma americana contra uma brasileira. Espero que perca a luta para a sua amiga Pennington.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome