Victor Honório analisa guerra contra russo no ACB JJ 12 e projeta: ‘Estou no rumo da disputa de cinturão’

    Honório venceu a segunda luta seguida no evento russo e está entre os tops acima de 95kg (Foto divulgação ACB)

    Em ritmo constante no Jiu-Jitsu, com grande sequência de vitórias, Victor Honório conquistou mais um sucesso no último final de semana, no Absolut Championship Berkut (ACB JJ) 12, realizado no Cazaquistão. O duelo contra Muhammad Kerimov foi cheio de reviravoltas, mas o brasileiro levou a melhor ao vencer dois dos três rounds da disputa.

    A luta foi definida a favor de Honório após a fera do Qatar BJJ aplicar um belo seoi no primeiro round para abrir o placar. Mesmo surpreendido por Karimov no segundo assalto, no qual o russo conseguiu pegar suas costas, Honório manteve a calma, defendeu as investidas e voltou para o terceiro assalto com uma grande queda que valeu a vitória.

    Agora, Honório já coloca a cabeça em vôos ainda maiores no cenário competitivo. Para a fera, a vitória em disputa acirrada o coloca de vez no caminho do title shot contra João Gabriel Rocha, atual campeão da divisão acima de 95kg com quimono, que defende seu título contra a fera Marcus Buchecha, no ACB JJ 13, dia 5 de maio, na Califórnia (EUA).

    “Tive que ser inteligente e paciente pra levar essa luta. Isso é bom tentar preencher as brechas antes do foco principal. Acredito que, com esta vitória, estou no rumo da disputa de cinturão ainda este ano. Estou com a confiança em alta. Estou com bom ritmo de competição, e é nela que você realmente consegue avaliar o que está certo ou errado na sua preparação de forma geral. Estar sempre em atividade me impulsiona para os objetivos maiores”, disse Honório, que já no fim do mês de abril busca outra conquista dupla, desta vez no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu da CBJJ, que acontece em Barueri, São Paulo.

    “O Brasileiro vai ser muito legal este ano. Tem várias feras confirmadas, estou muito animado e querendo lutar pra frente. Pretendo fazer um Brasileiro digno de ouro duplo, com atenção redobrada na minha base. Estou focado no básico, nos fundamentos, e sinto que quanto mais longe chego mais tenho que ficar atendo ao básico. Nunca me senti tão bem e tenho certeza que o título virá como consequência do trabalho forte que tenho feito aqui no Catar com a minha equipe”, concluiu o confiante Honório antes da competição.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome