Erberth, Preguiça e faixa-marrom belga lideram lista de campeões no World Pro

    Todos os campeões do World Pro neste sábado juntos: 10a edição foi sucesso (Foto GentleArtMedia / UAEJJF)

    Por Diogo Santarém

    Após uma semana inteira com ótimos combates e grandes representantes do Jiu-Jitsu em ação, o Abu Dhabi World Pro 2018, organizado pela UAEJJF, teve sua histórica décima edição encerrada neste sábado (28), na Mubadala Arena. Para fechar com chave de ouro, diversos faixas-preta – e faixas-marrom, no feminino – entraram em ação nas decisões.

    Entre os campeões, alguns nomes se destacaram, como Erberth Santos, que finalizou Lúcio Lagarto em apenas 1 minuto de luta na final da categoria até 110kg, Felipe Preguiça, que voltou a derrotar o polonês Adam Wardzinski e ficou com o título até 94kg, e a belga faixa-marrom Amal Amjahid, talvez a maior surpresa do World Pro 2018.

    Para conferir os resultados completos do World Pro 2018, clique aqui

    Erberth Santos brilhou mais uma vez e finalizou Lúcio Lagarto na final até 110kg (Foto GentleArtMedia / UAEJJF)

    Veja um resumo de cada divisão:

    56kg – Com apenas cinco atletas, a divisão definiu seu campeão com todos contra todos, na sexta-feira. No fim, três atletas somaram três triunfos cada: Rodnei Junior, João Carlos Kuraoka e José Carlos “Cocó”. Nos critérios de desempate, o título ficou com Cocó.

    62kg – Por cima na guarda, João Miyao mostrou sua habitual técnica sobre Wanki Chae. O faixa-preta da Cícero Costha teve calma e, mesmo com a boa movimentação do sul-coreano, desenvolveu bem o seu jogo e foi campeão ao vencer por 7 a 2 nos pontos.

    João Miyao, assim como seu irmão, Paulo, somou mais um título para a sua vasta coleção (Foto GentleArtMedia / UAEJJF)

    69kg – A luta entre as feras Paulo Miyao e Gianni Grippo ficou marcada pelo constante equilíbrio. Com muita técnica em suas respectivas guardas, os lutadores – conhecidos pela arte de “berimbolar” – empataram por 2 a 2 nos pontos, no entanto, já na reta final, o brasileiro conseguiu uma “suada” vantagem, carimbando a medalha de ouro na categoria.

    77kg – Na única decisão com dois “gringos”, uma grande atuação de Espen Mathiesen sobre Jacob Mackenzie. Por baixo na guarda, o norueguês não se intimidou e, quando teve a chance, partiu para o triângulo sobre o canadense. No entanto, viu nova brecha e aplicou o armlock invertido, forçando os três tapinhas do adversário e conquistando o título.

    Isaque Bahiense não contou com o apoio da torcida, mas impôs seu jogo e celebrou no fim (Foto GentleArtMedia / UAEJJF)

    85kg – Em confronto contra o ídolo local, Faisal Al Ketbi, o jovem Isaque Bahiense conseguiu duas vantagens logo no início em uma tentativa de finalização. Faisal, porém, chegou a conseguir uma vantagem na sequência e animou o público presente na Mubadala Arena. No entanto, o brasileiro segurou bem o ímpeto do seu adversário e, com uma raspagem, abriu 2 a 0 nos pontos, assegurando sua vitória e comemorando bastante.

    94kg – Em nova disputa contra Adam Wardzinski, reeditando a final de 2017, o casca-grossa Felipe Preguiça mostrou, mais uma vez, seu domínio. Bem focado em suas ações, o brasileiro controlou as tentativas de finalização do polonês e, ao vencer por 4 a 0 nos pontos, conquistou seu quarto título no Abu Dhabi World Pro, marca bastante expressiva.

    Preguiça derrotou Wardzinski novamente e foi campeão em Abu Dhabi pela quarta vez (Foto GentleArtMedia / UAEJJF)

    110kg – Após dar um show em sua campanha até a final, Erberth Santos, um dos grandes destaques do Abu Dhabi World Pro 2018, teve mais uma atuação implacável. Em duelo contra o experiente Lúcio Lagarto, o jovem faixa-preta mostrou sua explosão e, em apenas um minuto, finalizou o compatriota com um belo mata-leão para ser campeão.

    49kg – Jogando por baixo na guarda, Mayssa Bastos se mostrou ativa desde o começo do combate. Ao encontrar uma brecha, a atleta da GFTeam foi para as costas de Livia Gluchowska e, com muita técnica, conseguiu a finalização no estrangulamento cruzado.

    Belga Amal Amjahid foi a grande surpresa nas finais, finalizando para conquistar o título (Foto GentleArtMedia / UAEJJF)

    55kg – Trabalhando com muita técnica na guarda por baixo, Amal Amjahid teve grande atuação na luta contra Amanda Nogueira. A faixa-marrom da C.E.N.S. Academy soube se movimentar e, ao longo do combate, grudou nas costas da brasileira, conseguindo o estrangulamento em seguida e garantindo o ouro para a Bélgica no Abu Dhabi World Pro.

    62kg – Com sua estratégia ofensiva já conhecida, Bianca Basílio trabalhou por cima na guarda desde o início, enquanto sua adversária, Ffion Davies, procurava travar as investidas da brasileira. Já na parte final, Davies conseguiu uma raspagem e abriu dois pontos, no entanto, com o recurso de vídeo, a arbitragem tirou a pontuação, considerando apenas a vantagem para a lutadora da East Coast JJ Academy. Nos últimos segundos, ciente de que precisava pontuar, Bianca tentou a finalização e, desta forma, conseguiu a vantagem. Ao fim do confronto, por buscar mais a vitória no entendimento dos árbitros, a brasileira conquistou a vitória na decisão, sendo campeã em combate muito apertado.

    Pela segunda vez consecutiva, Ana Carolina enfileirou as adversárias e brilhou no World Pro (Foto GentleArtMedia / UAEJJF)

    70kg – Nos primeiros momentos da luta, Ana Carolina Vieira teve dificuldades para entrar na guarda de Jessica Swanson. No entanto, com calma e técnica, a irmã do multicampeão Rodolfo Vieira aumentou a pressão e dominou a americana jogando por cima, vencendo o confronto por 9 a 0 nos pontos e sagrando-se vencedora da categoria.

    90kg – Desde o início, Angélica Galvão mostrou boa movimentação e, apesar do equilíbrio, esteve em vantagem contra Marta Szarecka. Com uma raspagem, a brasileira abriu dois pontos, mas logo em seguida a polonesa igualou as ações da mesma maneira. Todavia, com uma nova raspagem e a montada, a esposa da lenda André Galvão – que estava como treinador de Angélica – abriu 8 a 2 nos pontos e consolidou seu título.

    Confira a lista de campeões abaixo:

    – Faixa-preta masculino adulto
    56kg –
    José Carlos Cocó (GFTeam)
    62kg – João Miyao (PSLPB Cícero Costha)
    69kg – Paulo Miyao (PSLPB Cícero Costha)
    77kg – Espen Mathiesen (BJJ Kimura)
    85kg – Isaque Bahiense (Alliance)
    94kg – Felipe Preguiça (Gracie Barra BH)
    110kg – Erberth Santos (Esquadrão JJ Brasileiro)

    – Faixas-marrom/preta feminino adulto
    49kg – Mayssa Bastos (GFTeam)
    55kg – Amal Amjahid (C.E.N.S. Academy)
    62kg – Bianca Basílio (Almeida JJ)
    70kg – Ana Carolina Vieira (GFTeam)
    90kg – Angélica Galvão (Atos)

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome