A um nocaute de ultrapassar recorde de Spider, Marreta analisa luta com Branch

Publicado em 20/04/2018 por: Mateus Machado
A um nocaute de ultrapassar recorde de Spider, Marreta analisa luta com Branch Thiago Marreta terá pela frente Jimi Manuwa na luta principal do UFC São Paulo (Foto Getty Images)

publicidade

Por Mateus Machado

Vindo de quatro vitórias consecutivas no Ultimate, Thiago Marreta vive um momento especial na carreira. Com boas atuações e nocautes expressivos, o brasileiro vem se destacando na divisão dos médios e, aos poucos, se aproxima dos tops da categoria. No entanto, um novo triunfo, neste sábado (21), contra David Branch, pelo UFC Fight Night 128, será ainda mais especial para o lutador da Cidade de Deus (RJ). Isto porque Marreta poderá emplacar seu quinto resultado positivo de forma consecutiva, sequência ainda não atingida por ele no Ultimate, e se nocautear o americano, passará Anderson Silva, ex-campeão e lenda do MMA, em número de nocautes dentro da divisão dos médios.

Ciente da importância do confronto e de que está igualado com Anderson em número de nocautes, o ex-TUF Brasil vem enfileirando “vítimas” através de sua maior arma, a luta em pé. Desde que estreou no Ultimate, em 2013, Marreta mandou à lona oito oponentes. Em entrevista à TATAME, o lutador enalteceu o fato de bater a marca do Spider, todavia, deixou bem claro que seu foco está na luta contra Branch, ex-campeão do extinto WSOF.

“Me falaram sobre isso, mas nem procuro pensar muito, estou muito focado na luta em si. Claro que é uma marca importantíssima, trata-se de um ídolo do esporte, um brasileiro que marcou história. Fico muito feliz com isso, mas o foco é no David Branch e na luta de sábado, o que vier é consequência do trabalho realizado”, disse o lutador do Rio de Janeiro.

Confira a entrevista completa com Thiago Marreta:

– Preparação para luta contra David Branch

Como costumo fazer, primeiro iniciei minha preparação no Rio de Janeiro, na TFT (Tata Fight Team), e lá demos o pontapé inicial com foco em todas as áreas. Nas últimas semanas de camp, vim para os Estados Unidos finalizar minha preparação na American Top Team, que possui grandes lutadores e tem uma parte de Wrestling muito forte, o que é importante, já que o Branch gosta desse tipo de luta. Estamos prontos para tudo e muito confiantes de que podemos sair com mais uma vitória, representar bem o Brasil.

– Rotina de treinos na American Top Team

É uma equipe que possui diversos atletas de qualidade, como muitos sabem, e os treinos são divididos entre os mais leves e os mais pesados. Nesse período, treinei mais com o Antônio Cara de Sapato e o Krzysztof Jotko, que lutaram recentemente e estavam em camp também, assim como eu. Eu ajudei muito o Cara de Sapato, pois o adversário dele tinha uma mão direita pesada e era mais da trocação, e ele me ajudou bastante também com o meu adversário, que é melhor na parte de chão. Foi uma troca excelente.

– Análise do jogo do seu adversário

Ele não é bobo na trocação, mas oferece espaços, o que me favorece. Imagino que a estratégia dele vai ser encurtar o máximo para tentar me derrubar utilizando o Wrestling forte dele, levar para o chão e tentar ficar por cima, golpeando. Estamos bem preparados, não só para essa arma dele, mas para todos os aspectos que possam vir no combate.

– Características do Branch a seu favor

Com certeza (o fato dele encurtar a distância ajuda). Se eu entrar com um golpe, ele vai com tudo para tentar me derrubar, mas eu vou vencer. Eu não sou o Luke Rockhold, não sou tão previsível quanto o Rockhold (último adversário de David Branch), aliás, eu não sou nada previsível. Trabalhamos bastante para estarmos prontos para qualquer situação.

– Melhor momento da carreira até agora

Na minha opinião, já tive adversários mais duros na divisão, mas na situação do momento, acredito que sim (seria a vitória mais importante da carreira). Venho em uma sequência boa, ele está próximo do Top 5, e se eu vencer, acabo me aproximando daquele pelotão de frente. Isso torna a luta mais importante e uma vitória contra o Branch é essencial para os planos que tenho dentro da categoria. Vou me estabilizar no Top 10 e poder desafiar alguém do Top 5, isso acaba me deixando cada vez mais perto do objetivo de ser campeão.

– Chance de passar o Spider em nocautes

Me falaram sobre isso, mas nem procuro pensar muito, estou muito focado na luta em si. Claro que é uma marca importantíssima, trata-se de um ídolo do esporte, um brasileiro que marcou história. Fico muito feliz com isso, mas o foco é no David Branch e na luta sábado.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 128
Atlantic City, em Nova Jersey (EUA)
Sábado, 21 de abril de 2018

Card principal
Edson Barboza
 x Kevin Lee
Frankie Edgar x Cub Swanson
Justin Willis x Chase Sherman
David Branch x Thiago Marreta
Aljamain Sterling x Brett Johns
Jim Miller x Dan Hooker

Card preliminar
Ryan LaFlare x Alex Garcia
Magomed Bibulatov x Ulka Sasaki
Siyar Bahadurzada x Luan Chagas
Corey Anderson x Patrick Cummins
Leslie Smith x Aspen Ladd
Merab Dvalishvili x Ricky Simon
Tony Martin x Keita Nakamura

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade