Após justa guilhotina, árbitro no UFC Atlantic City aponta vitória por nocaute técnico; entenda e opine

Publicado em 23/04/2018 por: Yago Redua
Após justa guilhotina, árbitro no UFC Atlantic City aponta vitória por nocaute técnico; entenda e opine Polêmica decisão da arbitragem ao apontar vitória por nocaute técnico para Simon (Foto: Getty Images / UFC)

publicidade

No último sábado (21), pelo UFC Atlantic City, um inusitado nocaute gerou polêmica. No minuto final da luta, Ricky Simon ajustou uma guilhotina em Merab Dvalishvili, que ficou mexendo as pernas para mostrar que estava consciente. Após o término do combate, o árbitro Liam Kerrigan, entretanto, apontou vitória por nocaute técnico para Simon.

O experiente árbitro Marc Goddard, que não estava no comando da luta, mas ajudou na decisão, comentou à Fox Sports americana sobre a polêmica, afirmando que Dvalishvili estava “inconsciente”. No entanto, ponderou que o correto seria “submissão técnica”.

“Eu acho que ficou bem claro no final da luta, talvez até antes, quando o sino soou, que Dvalishvili estava fora. Ele estava realmente fora (sem consciência). E nesse caso, é como em qualquer outro caso se você pegar um mata-leão ou uma guilhotina. Ele estava inconsciente. Na verdade, deveria ser registrado submissão técnica”, destacou o árbitro.

Nas papeletas dos jurados, divulgadas após a luta, Dvalishvili estava ganhando na visão de dois jurados, enquanto um estava dando empate. O lutador da Geórgia reclamou da marcação final da luta e fez o seu desabafo, em contato à imprensa nos bastidores.

 “O (Simon) me levou para baixo e eu não conseguia me mexer. Eu apenas esperei, porque havia apenas um curto espaço de tempo. Quando terminou, eu estava cansado e fiquei deitado. Eu sabia que tinha vencido. Os médicos me disseram para ficar deitado. Eu não sei porque eles deram (vitória) a ele. Eu sinto que sou o vencedor. Eu não perdi essa luta”, disparou o lutador, enquanto Simon concordou com a decisão dos árbitros.

“O árbitro Liam Kerrigan quando viu que ele (Dvalishvili) estava fora, ele realmente acenou. E acho que houve um pouco de pressa, as pessoas pensaram que íamos tentar ler os scorecards (dos jurados), então eu disse: “Não, não, não. O cara perdeu a luta”. Mesmo que ele tenha ficado bastante chateado depois, ele definitivamente perdeu a luta sob a decisão e o cara certo saiu com a vitória”, apontou Simon, que estreou com vitória no UFC.

Confira abaixo o vídeo e deixe sua opinião:

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade