Dana minimiza retirada do título de Ferguson e afirma: ‘O único que está perdendo o cinturão é o McGregor’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 05/04/2018
Dana minimiza retirada do título de Ferguson e afirma: ‘O único que está perdendo o cinturão é o McGregor’ Dana confirmou que Conor vai perder o cinturão dos leves no próximo sábado, após o UFC 223 (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Durante a coletiva de imprensa para o UFC 223, na última quarta-feira (4), Dana White, presidente do Ultimate, confirmou que Conor McGregor vai perder o cinturão dos leves. O “Big Boss” cravou que após a edição do Brooklyn (EUA), na noite do próximo sábado (7), a categoria até 70kg terá apenas um campeão, o que confirma também a retirada do título interino de Tony Ferguson, que iria participar do evento, mas acabou se machucando.

“Nenhum campeão interino. Quando essa luta acabar, será apenas um campeão. Um desses caras será o campeão”, disse Dana, se referindo a Khabib Nurmagomedov e Max Holloway, que aceitou substituir Ferguson faltando seis dias para o confronto principal.

“El Cucuy” contou que estava “chocado” com o Ultimate com a perda do cinturão interino. Dana, por sua vez, minimizou a retirada do título e apontou Ferguson como o desafiante número um ao title shot da categoria. O “Big Boss” ainda afirmou que não quer mais organizar uma luta entre o norte-americano e Khabib, mas deixou o futuro em aberto.

“Nós não estamos tirando o título de Tony Ferguson. Ele não está sendo despojado. A única pessoa aqui que está perdendo um cinturão é Conor. Um desses caras (Khabib ou Holloway) será o campeão. Tony ainda é o candidato número 1. É a última luta na terra que eu quero fazer novamente (Khabib x Ferguson). Isso será a quinta vez, é loucura, mas essas coisas acontecem, faz parte”, apontou o presidente do Ultimate na coletiva.

A respeito de McGregor, Dana acredita que o irlandês vai voltar ao octógono ainda neste ano de 2018. O presidente da organização não quis estipular um tempo: “Conor está voltando este ano 100%. Ele vai lutar este ano. Vamos ver como isso se desenrola e vamos a partir daí”, contou Dana, que evitou entrar em mais detalhes sobre o retorno do irlandês.

Ao ser indagado sobre a possibilidade de Holloway conquistar o segundo cinturão no UFC e ter que abrir mão de um título, tendo em vista que o havaiano é campeão dos penas, Dana deixou nas mãos do lutador: “Vai ser decidido se ele pode ou não defender os dois cinturões. Se ele está disposto a lutar tanto, tudo é possível depois”, encerrou o dirigente.

CARD COMPLETO:

UFC 223
Brooklyn, em Nova York (EUA)
Sábado, 7 de abril de 2018

Card principal
Max Holloway x Khabib Nurmagomedov
Rose Namajunas x Joanna Jedrzejczyk
Renato Moicano x Calvin Kattar
Michael Chiesa x Anthony Pettis
Al Iaquinta x Paul Felder

Card preliminar
Karolina Kowalkiewicz x Felice Herrig
Ray Borg x Brandon Moreno
Joe Lauzon x Chris Gruetzemacher
Evan Dunham x Olivier Aubin-Mercier
Bec Rawlings x Ashlee Evans-Smith
Devin Clark x Mike Rodriguez
Zabit Magomedsharipov x Kyle Bochniak

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade