Para ‘embalar’, Luan Chagas projeta nocaute e vitória no UFC Atlantic City: ‘Chegou a minha hora’

Publicado em 19/04/2018 por: Yago Redua
Para ‘embalar’, Luan Chagas projeta nocaute e vitória no UFC Atlantic City: ‘Chegou a minha hora’ Luan Chagas quer a segunda vitória no Ultimate neste sábado (21), pelo card em Atlantic City (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Por Yago Rédua

No próximo sábado (21), pelo UFC Fight Nigh 128, em Atlantic City, Nova Jersey (EUA), Luan Chagas vai medir forças com Siyar Bahadurzada pela divisão dos meio-médios. Em entrevista à TATAME, o brasileiro, que deseja sua segunda vitória seguida na organização – após começar com um empate e um revés -, fez uma análise do experiente afegão de 34 anos e disse que quer somar a 16ª vitória do seu cartel por nocaute.

“Eu acredito que o meu jogo de chão é melhor que o dele, nisso nós vemos uma brecha muito grande para poder trabalhar. E apesar dele ser um trocador, ele também tem brechas na trocação, mesmo tendo uma mão pesada, mas isso pra mim é um pré-requisito de qualquer 77kg. A categoria dos meio-médios é muito forte. Eu quero buscar um nocaute. Se eu ver a oportunidade de trabalhar isso (grappling) e finalizar, vou trabalhar. Mas eu quero um nocaute”, contou “Tarzan”, que já venceu seis lutas desta maneira

O peso-meio-médio também contou sobre o momento de iniciar uma sequência positiva, o início complicado no Ultimate, o período de dez meses sem luta, a preparação para o confronto na Gile Ribeiro, em Curitiba, e o sonho de se tornar campeão do Ultimate.

Confira abaixo a entrevista na íntegra com Luan Chagas:

– Momento de embalar no Ultimate

Chegou a hora de embalar. Antes tarde do que nunca (risos). Acho que esse é o momento, eu já tive o gosto da derrota, do empate e não quero isso mais na minha carreira, só quero vitórias. Eu treinei muito e agora é um momento em que eu vou despontar e ser um dos tops da categoria (peso-meio-médio), esse é o meu grande objetivo pela frente.

– Início complicado no UFC

Quando eu comecei as primeiras lutas no UFC, estava fazendo uma preparação a nível nacional, para lutar com cara de nível nacional. Essas lutas, que eu não venci, me mostraram que eu precisava me preparar mais. Fui muito mais profissional na minha preparação. Tive que ver o que eu estava errando nas lutas e melhorar, para chegar bem.

– Período de dez meses sem lutar

Eu fiquei muito tempo parado, o pessoal as vezes acha que perde tempo de luta, mas tem que seguir treinando e fazendo treinos bons, treinos fortes. Eu trenei muito a minha parte mental também, até porque fiquei parado por causa da lesão. Pra mim foi um tempo de muita dedicação, cuidar da parte de motivação… Isso me deixou mais forte e mais preparado para essa luta. Apesar de termos feito a mesma preparação da última luta, consegui me focar muito mais para essa luta devido a esses aspectos que pude evoluir.

– Camp para o UFC Atlantic City

Eu sempre faço na minha equipe, em Curitiba. Eu não sou o atleta de buscar treinos fora. Eu gosto de ficar na minha equipe. No máximo, gosto de trazer alguém para ajudar. Desta vez, trouxe o campeão TUF 4, Glaico França, além de toda a minha equipe na Gile Ribeiro.

– Desejo de ser campeão do UFC

Lógico que tem pessoas que eu quero enfrentar, que eu fico mirando, sempre vendo as lutas da categoria. Mas ainda não tenho um cara que eu quero enfrentar, quem vier eu vou encarar. Vou seguir treinando. O meu sonho principal não é enfrentar adversário, meu sonho é ganhar o cinturão. Então, independente de quem vier, vou trabalhar muito forte e estar preparado. Não tem isso de quero esse ou quero aquele, só se rolar uma treta aí (risos). Até agora está tudo de boa, então vou seguir trabalhando em busca desse sonho.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 128
Atlantic City, em Nova Jersey (EUA)
Sábado, 21 de abril de 2018

Card principal
Edson Barboza
x Kevin Lee
Frankie Edgar x Cub Swanson
Justin Willis x Chase Sherman
David Branch x Thiago Marreta
Aljamain Sterling x Brett Johns
Jim Miller x Dan Hooker

Card preliminar
Ryan LaFlare x Alex Garcia
Magomed Bibulatov x Ulka Sasaki
Siyar Bahadurzada x Luan Chagas
Corey Anderson x Patrick Cummins
Leslie Smith x Aspen Ladd
Merab Dvalishvili x Ricky Simon
Tony Martin x Keita Nakamura

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade