Favoritos, Buchecha e Leandro Lo saem campeões do ACB JJ 13; resultados aqui

    Marcus Buchecha e Leandro Lo, com seus cinturões, foram os grandes destaques do ACB JJ 13 (Foto reprodução Instagram)

    Em mais um grande card de Jiu-Jitsu, o ACB JJ 13 promoveu novos campeões na edição realizada em Long Beach, Califórnia (EUA), neste sábado (5). Marcus Buchecha superou João Gabriel Rocha no main event e garantiu o título na categoria acima de 95kg, enquanto Leandro Lo dominou Gabriel Arges e chegou ao cinturão da divisão até 85kg. Na superluta No-Gi, Vinny Magalhães mostrou sua experiência e venceu Gordon Ryan.

    Nomes importantes da arte suave como Rômulo Barral, Roberto Cyborg, Luiz Panza, Igor Silva, Edwin Najmi e Michael Langhi também saíram vitoriosos em grandes lutas.

    Buchecha vence e garante título

    Nos dois primeiros rounds, Marcus Buchecha começou tomando as ações e procurando as quedas no single leg. João Gabriel Rocha, preparado para os ataques do decacampeão mundial, soube defender com louvor e manteve a disputa em pé. No terceiro assalto, o confronto seguiu no mesmo panorama e os lutadores chegaram a ser punidos.

    Buchecha fez uma batalha com João Gabriel e tomou posse do título da categoria +95kg (Foto ACB JJ)

    Logo nos primeiros segundos do quarto round, Buchecha aproveitou que João Gabriel foi olhar para o córner e derrubou o adversário no double leg, conquistando os dois pontos. O fato gerou uma tensão maior no confronto – João alegou falta de fair play -, no entanto, a arbitragem voltou atrás e cancelou a pontuação. Mais agressivo, Marcus foi pra cima, derrubou e, após insistir, passou a guarda e ainda foi para a montada, totalizando 9 a 0 no placar. Por pouco, o faixa-preta da Checkmat não fechou a luta com um armlock.

    Por conta do problema no round anterior, João Gabriel não queria tocar na mão de Buchecha para o início do último assalto, até que resolveu dar um tapinha. Precisando reverter a pontuação, o lutador da Soul Fighters tentou ser mais agressivo, porém Buchecha soube administrar a vantagem. Na pontuação, Marcus Almeida, em sua segunda luta na organização, garantiu o título do ACB JJ na categoria acima dos 95kg. Já João Gabriel Rocha não teve sucesso em sua primeira defesa de cinturão e perdeu o posto.

    Leandro Lo superou o então campeão Arges e é o novo dono do cinturão na divisão até 85kg (Foto ACB JJ)

    Lo domina Arges e conquista cinturão

    Nos dois primeiros rounds, Leandro Lo usou o single leg para conseguir derrubar o então campeão Gabriel Arges e trabalhar a luta no chão. No entanto, o mineiro, na guarda, defendeu bem as tentativas de passagem do paulista e chegou perto de finalizar com uma chave de braço. Lo passou a tomar mais cuidado ao tentar avançar em seus ataques.

    Para o terceiro assalto, Leandro voltou a derrubar na single leg, com menos de um minuto e, rapidamente, conseguiu uma raspagem para totalizar 4 a 0 nos pontos. O pentacampeão mundial ainda chegou a pegar as costas de Arges, mas não estabilizou a posição, por tanto, não somou a pontuação. Já no quarto round, Gabriel passou a ser um pouco mais agressivo pela desvantagem. Contudo, os lutadores ficavam duelando na guarda 50/50.

    Após tentar quatro rounds, no último assalto, Leandro Lo, enfim, passou a guarda do mineiro Arges e garantiu 3 a 0 no placar. Com vitória em todos os rounds, o paulista administrou a luta e se tornou o novo campeão da classe de peso até 85kg do ACB JJ.

    Vinny Magalhães carimbou a estreia do badalado Gordon Ryan no ACB JJ em luta sem o quimono (Foto ACB JJ)

    Vinny vence superluta e Barral finaliza

    Experiente nome do Jiu-Jitsu, Vinny Magalhães usou toda sua técnica para superar Gordon Ryan, 11 anos mais novo. No primeiro round, o brasileiro abriu 5 a 0 e soube controlar a luta. Já nos dois assaltos seguintes, Vinny fez valer o seu jogo de pressão e tentou, em boa parte do tempo, estourar a guarda do norte-americano que, por sua vez, caçava o pé do brasileiro em busca uma finalização. No fim, vitória por pontos do faixa-preta brasileiros.

    Com domínio sobre AJ Sousa, Rômulo Barral avançou e colocou o joelho na barriga do oponente, depois foi para a montada e chegou a abrir 10 a 2 ainda no primeiro round. No entanto, o casca-grossa não se deu por satisfeito e conseguiu encaixar a finalização por estrangulamento, também no assalto inicial. O duelo aconteceu na divisão até 85kg.

    Roberto Cyborg venceu Erberth Santos nos pontos e garantiu importante vitória no embate pelo ACB JJ 13 (Foto ACB JJ)

    Cyborg supera Erberth e Keenan finaliza Yuri

    O experiente Roberto Cyborg mostrou ímpeto de garoto para travar uma guerra com Erberth Santos. No primeiro e terceiro rounds, Cyborg impôs melhor o seu jogo e conseguiu quedas, além de trabalhar as transições no solo. Já no segundo assalto, a luta foi disputada quase toda em pé. No fim, por pontos, Roberto levou a melhor. Já Erberth conheceu sua terceira derrota seguida no evento. Em outra grande luta, após insistir para entrar na guarda de Yuri Simões, Keenan Cornelius começou a ensaiar a chave de omoplata que, aos poucos, foi se encaixando. Com o brasileiro tentando sair, a posição foi se ajustando e o norte-americano venceu ainda no segundo round por finalização.

    Luiz Panza e Igor Silva finalizam

    Após ser derrubado por Ricardo Evangelista, Luiz Panza manteve a tranquilidade e conseguiu puxar o adversário para a guarda. Com isso, armou uma armadilha e encaixou o triângulo de perna, restando ao faixa-preta da GFTeam bater e decretar o fim do confronto, no último round. Assim, Panza, ex-campeão do Berkut, voltou a triunfar no ACB JJ. Em ótima fase na carreira, Igor Silva impôs o seu jogo de pressão e finalizou Jackson Sousa. O casca-grossa entrou na guarda do compatriota e encaixou a chave de braço que foi fatal para finalizar Jackson, ainda no primeiro round, em combate pela divisão até 95kg.

    Igor Silva, em alta no Jiu-Jitsu após brilhar no World Pro, da UAEJJF, conquistou mais uma vitória no Berkut (Foto ACB JJ)

    Langhi e Najmi comandam primeiras lutas

    O norte-americano Isaac Doederlein travou uma batalha com Augusto Tanquinho, lutador do UFC, e venceu por pontos, na divisão até 65kg. Já em uma bela transição, ao sair da guarda e conseguir pegar as costas de Rodrigo Caporal, o ex-campeão Edwin Najmi ajustou o mata-leão e venceu por finalização, ainda no primeiro round, na classe de peso até 75kg. Com uma performance consistente, Pablo Mantovani teve um domínio sobre Gabriel Marangoni e também triunfou por pontos, na categoria até 65kg.

    Em luta equilibrada, Michael Langhi usou a experiência para sobrepor seu jogo diante de Victor Silvério e levou a melhor na decisão dos árbitros, na divisão até 75kg. Na categoria até 60kg, por sua vez, Ary Farias teve um amplo domínio sobre João Pedro Somália, tendo feito 26 a 0 no segundo round, após diversas transições no solo, como sair do 100kg e chegar na montada. No terceiro assalto, finalizou com uma chave de pé. Na luta de abertura do ACB JJ 13, pela divisão até 65kg, Bruno Frazatto derrotou Nicollas Welker.

    Edwin Najmi, ex-campeão do Berkut, voltou a vencer na edição realizada na Califórnia, Estados Unidos (Foto ACB JJ)

    RESULTADOS COMPLETOS:

    ACB JJ 13
    Long Beach, na Califórnia (EUA)
    Sábado, 5 de maio de 2018

    Marcus Buchecha derrotou João Gabriel Rocha por pontos
    Leandro Lo derrotou Gabriel Arges por pontos
    Vinny Magalhães derrotou Gordon Ryan por pontos
    Rômulo Barral finalizou AJ Sousa com um estrangulamento no 1R
    Roberto Cyborg derrotou Erberth Santos por pontos
    Keenan Cornelius finalizou Yuri Simões com uma chave de omoplata no 2R
    Luiz Panza finalizou Ricardo Evangelista com um triângulo de perna no 3R
    Igor Silva finalizou Jackson Sousa com uma chave de braço no 1R
    Isaac Doederlein derrotou Augusto Tanquinho por pontos
    Edwin Najmi finalizou Rodrigo Caporal com uma mata-leão no 1R
    Pablo Mantavoni derrotou Gabriel Marangoni por decisão dos jurados
    Michael Lanhi derrotou Victor Silvério por pontos
    Ary Farias finalizou João Pedro Somália com uma chave de pé no 3R
    Bruno Frazatto derrotou Nicollas Welker por pontos

    1 COMENTÁRIO

    1. LEANDRO LO FELIZ PELO SEU SUCESSO E PROGRESSO !!!! SAUDADES DOS VELHOS TEMPOS NO CIÇÃO !!!!

      VC MERECE MULECK !!!!!!!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome