Focada no cinturão, Amanda Nunes deixa amizade com Pennington de lado antes de luta: ‘Sem mágoas’

    Amanda Nunes garante respeito a Raquel, mas ressaltou foco em seu título (Foto Getty Images / UFC)

    Por Mateus Machado e Yago Rédua 

    Primeira atleta brasileira a assinar com o Ultimate, Amanda Nunes está próxima de mais um momento histórico em sua carreira no MMA. Neste sábado (12), pelo UFC 224, no Rio de Janeiro, a “Leoa”, atual campeã peso-galo, será também a primeira lutadora do Brasil a defender um cinturão da organização dentro do país, contra Raquel Pennington, na luta principal do evento. O fato, por si só, gera uma grande responsabilidade, no entanto, a baiana vem se mostrando tranquila e em “alto astral” na semana do importante combate.

    O confronto deste sábado promete ser ainda mais especial pelo fato de Raquel Pennington ser amiga pessoal de Amanda. A brasileira, no entanto, garante que a o bom relacionamento entre as duas ficará em segundo plano, pelo menos na hora da luta.

    “Quando eu acordo de manhã e vejo aquele cinturão, você acaba esquecendo que ela é sua amiga, porque aquele é o meu objetivo. Se for minha namorada na minha frente para tentar tomar aquilo de mim, eu vou pra cima (risos). Eu já até brinquei com a Nina (Ansaroff, namorada de Amanda) que se eu tiver que lutar com ela, a gente vai brigar (risos). Então, não vai ser uma amizade que vai tirar o meu foco, tirar meu cinturão, ainda mais aqui no Brasil, no meu país”, disse Amanda no “Media Day” – evento exclusivo para a imprensa -, realizado na última quinta-feira (10) e onde a TATAME esteve presente.

    Confira outros trechos da entrevista com a brasileira:

    – Primeira defesa de cinturão em casa

    Estou muito feliz em defender meu cinturão aqui. Nunca perdi em casa, minha estreia foi aqui, então poder retornar como campeã é mais um sonho que será realizado na minha vida. Vou ter todos aqui: família, fãs, amigos, todo mundo. Isso só me dá mais energia e motivação para fazer um grande show e deixar todo mundo feliz por ter ido ao evento.

    – Expectativa para a luta principal

    Não há como prever o que vai acontecer, até porque o esporte é imprevisível, mas acho que vai terminar antes do quinto round. A verdade é que estou preparada para tudo, então é pisar no octógono, ver o que vai acontecer e tomar a direção correta para triunfar.

    – Análise sobre a Raquel Pennington

    Eu sei que ela vai querer me pressionar, que é um jogo que todas as oponentes tentam fazer comigo. Ela pode tentar me encurralar na grade e levar para o chão ou ir em busca do nocaute. Sei que ela vai pressionar do início ao fim, mas estou preparada pra isso.

    – Reencontro com amigos antes da luta

    Nesse momento importante da minha vida, eu quero que os fãs de MMA possam conhecer a Amanda como lutadora e também como pessoa. É por isso que trouxe pessoas tão especiais na minha vida aqui para o Rio nessa semana, pessoas que fizeram parte de boa parte da minha vida. É hora de reforçar minhas raízes e estar perto de quem sempre me ajudou. Estão sendo ótimos dias e acredito que vai ser ainda melhor depois de sábado, quando eu defender meu cinturão com sucesso conquistando a vitória, se Deus quiser.

    Amanda quer fazer história sendo a primeira brasileira a defender a cinta em seu país (Foto Getty Images / UFC)

    – Amizade com Raquel e foco no título

    Sempre tivemos uma amizade muito próxima, e depois que a Tecia (Torres) começou a namorar com a Raquel (Pennington), isso se reforçou ainda mais. Sempre saímos juntas, treinamos juntas, é uma amizade muito forte e sincera. Mas quando eu acordo de manhã e vejo aquele cinturão, você acaba esquecendo que ela é sua amiga, porque aquele é o meu objetivo. Se for minha namorada na minha frente para tentar tomar aquilo de mim, eu vou pra cima (risos). Eu já até brinquei com a Nina (Ansaroff, namorada de Amanda) que se eu tiver que lutar com ela, a gente vai brigar (risos). Então, não vai ser uma amizade que vai tirar o meu foco, tirar meu cinturão, ainda mais aqui no Brasil, no meu país. Amizade é amizade, mas negócios à parte. Acho que o MMA hoje é isso. Depois da luta, não tem mágoa, pelo menos da minha parte. Se ela quiser, podemos tomar uma cerveja (risos).

    – Bom e ruim de lutar com uma amiga

    O lado bom de lutar com uma amiga é que realmente vamos falar sobre a luta, e também sobre o que ela tem de bom, tem de ruim, o que posso aproveitar do jogo dela, então não vai ser nada pessoal. Isso também traz um pouco de paz também, porque o pessoal está muito acostumado com esse negócio de provocação, “trash talk”, então dessa vez não vai rolar isso. Acho que não tem um lado ruim… Vamos nos enfrentar no sábado, a melhor vai vencer e depois disso a vida segue, a amizade também, isso é o que vale.

    – Momento mais inesquecível da carreira

    A luta contra a Ronda foi muito boa, realmente, mas a que marcou a minha vida mesmo foi no UFC 200, a luta contra a Miesha Tate, quando virei campeã. Porque era um momento que eu sonhava, acordava e falava sobre isso, muitos viveram esse sonho comigo. Eu tenho um banner na minha casa só do UFC 200, porque foi muito especial para mim, um marco histórico, um “boom” na minha carreira. Para completar, de última hora, minha luta virou main event, já que a luta do Jon Jones com o Cormier foi cancelada, então foi tudo perfeito naquela semana. A luta contra a Ronda foi espetacular, uma ex-campeã, grande nome do esporte feminino, mas com todo respeito a ela, já era uma coisa que eu esperava… Não sei explicar, parece coisa de outras vidas, mas a vitória já estava muito certa para mim, eu já sabia que ia acontecer naquele combate contra ela, e aconteceu.

    Vale ressaltar que o UFC 224 – ou Rio 9 – está previsto para começar a partir das 19h15 (horário de Brasília) de sábado, com o card principal iniciando às 23h. Todos os detalhes do evento, é claro, você confere aqui na TATAME, através do site e das nossas redes sociais!

    CARD COMPLETO:

    UFC 224
    Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ)
    Sábado, 12 de maio de 2018

    Card principal
    Amanda Nunes x Raquel Pennington
    Ronaldo Jacaré x Kelvin Gastelum
    Mackenzie Dern x Amanda Cooper
    John Lineker x Brian Kelleher
    Vitor Belfort x Lyoto Machida

    Card preliminar
    Cézar Mutante x Karl Roberson
    Alexey Oleynik x Júnior Albini
    Davi Ramos x Nick Hein
    Elizeu Capoeira x Sean Strickland
    Warlley Alves x Sultan Aliev
    Thales Leites x Jack Hermansson
    Alberto Miná x Ramazan Emeev
    Markus Maluko x James Bochnovic

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome