Rafael Cordeiro analisa embate entre seu aluno Gastelum e o amigo Jacaré: ‘Vai ser um encontro de monstros’

    Rafael Cordeiro é o principal treinador de Gastelum e líder da Kings MMA (Foto reprodução Instagram)

    Por Mateus Machado e Yago Rédua

    Líder da Kings MMA e um dos treinadores mais prestigiados do mundo das artes marciais, Rafael Cordeiro passará por uma situação um tanto quanto “desagradável” neste sábado (12), pelo co-main event do UFC 224, no Rio de Janeiro, quando seu aluno Kelvin Gastelum enfrenta o seu amigo – e compatriota – Ronaldo Jacaré pelo peso-médio.

    Apesar da situação “chata”, Cordeiro mantém o profissionalismo e garante que sabe dividir as coisas. A torcida na Jeunesse Arena – palco do card -, é claro, será por Gastelum. Porém, isso não precisa interferir em sua amizade com Jacaré, conforme o próprio treinador revelou em entrevista à TATAME na última quinta (10), durante o “Media Day”.

    “Acho que vai ser uma luta muito interessante, são dois grandes atletas. Vai ser um encontro de monstros, cada um com as suas qualidades. O Jacaré é um atleta que nós respeitamos muito, assim como todos os outros. Só que o Kelvin está vindo com uma determinação de dar o seu melhor. Quando você tem essa determinação, você cresce. Acho que o público brasileiro gosta do Kelvin, ele tenta falar português, se esforça. Essa energia ele traz da rua para ele, que é movido por essa energia. Eu acredito em uma grande vitória do Kelvin, não por ser treinador dele e nem nada contra o Jacaré, porque todos sabem que tenho um bom relacionamento. Espero que depois da luta possamos treinar juntos. É um respeito muito grande, já visitou minha academia nos Estados Unidos. Só que vão ser 15 minutos que vamos deixar nossa amizade de lado e vou fazer de tudo para o que o meu atleta vença”, opinou Cordeiro, que ainda complementou sobre o tema.

    “Tem duas questões aí: o profissionalismo e o resgaste das artes marciais. No ponto do profissionalismo, são os dois tentando viver o mesmo sonho de ganhar o cinturão do UFC. Na arte marcial, eu tenho um aluno que está treinando comigo todos os dias de segunda à sábado, para dar o seu melhor dentro do octógono, para representar sua família, a academia. São essas duas questões que se dividem entre o Kelvin e o Jacaré”, afirmou.

    Confira outros trechos da entrevista com Rafael Cordeiro:

    – Lyoto Machida x Vitor Belfort

    Vejo o Lyoto sempre na academia, um cara extremamente da arte marcial. Ele leva a arte marcial a risca, disciplinado. Assim como o Vitor (Belfort), é um grande ícone do esporte, no futuro, com certeza eles vão ter esse rótulo de lendas. Eu prevejo uma grande luta. É difícil falar quem vai acontecer. No meu ponto de vista, o Lyoto tem mais armas para vencer. Mas é o meu ponto de vista. Acredito que o Vitor, por ser a sua última luta, vá querer nocautear. Vejo o Lyoto com mais qualificações para uma vitória no fim de tudo.

    – Futuro do Lyoto e luta com Shogun

    O Shogun, não, com certeza não (risos). Os dois treinam praticante comigo. Não vejo essa luta acontecer. Os dois estão em pesos diferentes, o Lyoto tem quase 40 anos, mas a mentalidade, como o Werdum costuma a falar: ‘Tenho 40 anos, mas a mentalidade é de 20’. Então, o Lyoto é a mesma coisa. Está num corpo sem lesão, no shape e vai poder lutar por muito tempo ainda e, quem sabe, pelo cinturão de novo. Nunca se sabe. Esses atletas de ponta como o Kelvin, Jacaré, Lyoto, essa rapaziada, sempre estão a duas lutas da cinta.

    – Futuro do Fabrício Werdum

    O Werdum teve que fazer várias lutas para se credenciar (ao título). Ele venceu vários caras depois que perdeu o cinturão. Não sei qual é o tempo do UFC para ele disputar o cinturão de novo. Não sabemos o que o UFC pensa. Ainda temos duas lutas no contrato e depois disso vamos ver o que vai acontecer. O que agente precisa para chegar no cinturão novamente. Na América Latina ele é um dos principais nomes. Acho que logo logo ele vai disputar o cinturão novamente. O importante é viver o agora, fazer as lutas primeiro.

    Vale ressaltar que o UFC 224 – ou Rio 9 – está previsto para começar a partir das 19h15 (horário de Brasília) de sábado, com o card principal iniciando às 23h. Todos os detalhes do evento, é claro, você confere aqui na TATAME, através do site e das nossas redes sociais!

    CARD COMPLETO:

    UFC 224
    Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ)
    Sábado, 12 de maio de 2018

    Card principal
    Amanda Nunes x Raquel Pennington
    Ronaldo Jacaré x Kelvin Gastelum
    Mackenzie Dern x Amanda Cooper
    John Lineker x Brian Kelleher
    Vitor Belfort x Lyoto Machida

    Card preliminar
    Cézar Mutante x Karl Roberson
    Alexey Oleynik x Júnior Albini
    Davi Ramos x Nick Hein
    Elizeu Capoeira x Sean Strickland
    Warlley Alves x Sultan Aliev
    Thales Leites x Jack Hermansson
    Alberto Miná x Ramazan Emeev
    Markus Maluko x James Bochnovic

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome