Masters brilham na faixa-preta da Taça Rio e comentam apoio da FJJD-Rio: ‘Muitos incentivos aos atletas’

    Davi Fidélis foi campeão ouro duplo na faixa-preta categoria master e segue na luta pelo ranking (Foto Click Art'suave)

    Foi realizada no último sábado (19) a Taça Rio de Jiu-Jitsu, no Clube Municipal, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O evento foi a quarta etapa do ranking da FJJD-Rio, o Circuito Brasil Open Mineirinho. Entre os destaques da competição ficaram as disputas na faixa-preta categoria master, onde os atletas concorrem a passagem para o World Pro, em Abu Dhabi (UAE), ao fim da temporada de 2018. Davi Fidélis, da Pitbull Teresópolis, levou o ouro duplo e comentou sobre a conquista e a proposta de valorização da Federação.

    “Eu estou muito feliz com essa conquista e o ranking da Federação está muito bom. Eu estou na briga, já é a quarta etapa, ganhei todas. É muito importante o que eles fazem pelos atletas, essa valorização que eles (FJJD-Rio) dão com a passagem para o World Pro, dá um motivo a mais, porque sabemos que lá na frente terá algo importante para brigarmos. A FJJD-Rio está de parabéns, porque é uma Federação que valoriza os atletas, vê o desempenho. Isso é importante, valorizar a categoria master, porque em muitos eventos eles acham que não é uma categoria que é tão importante. Mas é ali que estão grandes atletas que saíram do adulto. Eu estou na briga (risos)”, comentou Davi Fidélis.

    Campeão do ranking em anos anteriores, Marcelo Galo quer repetir o feito na temporada 2018 (Foto Click Art’suave)

    Outro importante nome na disputa, Marcelo Galo, que já faturou diversas passagens pelo ranking da FJJD-Rio nos últimos anos para competições fora do Brasil, segue na briga nesta temporada de 2018. O casca-grossa revelou que os prêmios servem como “incentivo”.

    “Já é a quarta etapa que eu conquisto, sempre tentando fazer a pontuação máxima. É bem disputado, muito acirrado. O sistema de pesagem melhorou, agora é uma hora antes. Dá para pesar, então melhorou muito a competição. A premiação é só um incentivo a mais para a galera que gosta de competir, inclusive eu. Posso fazer uma dieta maneira, porque sei que posso ser recompensado com uma passagem para Abu Dhabi (UAE) ou outros países, onde a premiação é boa. É uma chance da galera conhecer outros lugares. Já fui para Abu Dhabi, para o Europeu, tudo pela FJJD-Rio. Os campeonatos são organizados, vale muito a pena investir nas competições”, comentou o lutador da Marcelo Galo JJ.

    Rudson brilha no adulto faixa-preta

    No adulto faixa-preta, Rudson Mateus, um dos grandes nomes do Jiu-Jitsu, voltou a participar de uma etapa do Mineirinho e saiu vitorioso na categoria até 94kg. O lutador, que vem brilhando no ACB JJ, está em preparação para o Mundial da Califórnia (EUA), no começo de junho. O membro da Caio Terra já havia vencido o ouro duplo no Desafio Verão, a primeira etapa do ranking. No absoluto, Romeu Patrick, da Soul Fighters, foi o campeão.

    Rudson Mateus faturou a medalha dourada na Taça Rio do Circuito Mineirinho e agora mira o Mundial (Foto Click Art’suave)

    Superlutas agitam jovens promessas

    O “Desafio de Equipes – Superlutas Novos Talentos” agitou o Clube Municipal. Para inovar, a FJJD-Rio promoveu as superlutas entre jovens promessas do Jiu-Jitsu brasileiro. No tatame, Maycon Douglas (Game Fight) derrotou Pedro Henrique Amorim (Gracie Barra), Leonardo Ferreira ( Rocinha JJ) superou Erick Carneiro (Pitbull Teresópolis), enquanto Pedro Leonardo (Top Brother) venceu Gabriel Bonna (Infight). Fechando as disputas entre os jovens, Leonardo Neves (GFTeam) levou a melhor diante de David Fernandes (Kioto).

    Dando sequência, vale lembrar que nos dias 7 e 8, no Clube Municipal, na Zona Norte do Rio, acontece o Campeonato Brasileiro da CBJJD, a quinta etapa do Circuito Mineirinho.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome