Campeão do Shooto Brasil, Geraldo Freitas mira vaga em ‘grande evento’ e avisa: ‘Estou pronto para isso’

    Campeão do Shooto Brasil e embalado, Geraldo quer a oportunidade em um grande evento de MMA (Foto Pedro Filet / SW2)

    Por Diogo Santarém

    Realizado no último dia 11 de maio, na Upper Arena – casa do show -, no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro, o Shooto Brasil 83 serviu para Geraldo Freitas se consolidar como campeão peso-galo da organização. Diante de Rafael Apocalipse, o lutador da Rio Fighters defendeu seu título pela primeira vez ao finalizar o rival com um mata-leão.

    Embalado por seis triunfos consecutivos, o lutador de 26 anos agora planeja voos maiores no MMA. Em entrevista à TATAME, Geraldo, também conhecido como “Espartano”, falou sobre seu momento atual e revelou o foco de assinar com algum grande evento em breve.

    “Estou seguindo os passos que todo atleta que almeja lutar em um evento internacional de grande porte costuma dar na caminhada que os leva até lá, então vai ser tudo no seu tempo. Eu acredito já ter percorrido grande parte, então espero em breve ter novidades”.

    Confira a entrevista com Geraldo Freitas na íntegra:

    – Sensação de fazer a luta principal e finalizar no primeiro round

    A primeira vez que eu vi um vídeo de lutas de MMA eu tinha 12 anos, (nessa época já treinava e competia Jiu-Jitsu há um ano). Ali eu me imaginei entrando pra lutar com as músicas dos atletas, troquei socos, chutes e golpes com o travesseiro e fiz a cama de ringue. Advinha qual era o nome do DVD que eu estava assistindo? Algo como: “Brasileiros tentam uma vaga para lutar no país do Sol Nascente, Shooto Brasil (não me lembro qual edição). Imaginem como é pra mim, hoje em dia, ter a chance de realizar exatamente o que sonhei e defender o cinturão conquistando uma vitória como essa. Pra mim é algo alucinante e me faz acreditar que posso realizar não só esse, mas todos os meus sonhos.

    – Diferencial para sair vitorioso no duelo contra Rafael Apocalipse

    Considero meu head coach, Rogério Miranda, um gênio na arte de montar as estratégias para que eu enfrente meus adversários, e contra o Apocalipse não foi diferente. A gente se preparou muito para encaixar a queda no momento certo porque sabíamos que ele é muito perigoso chutando e trabalhando o Muay Thai. Na luta foi exatamente o que aconteceu, quando percebemos que ele havia achado a distância coloquei pra baixo e pude trabalhar.

    Em sua última luta, o campeão não teve dificuldades para finalizar Apocalipse no primeiro round (Foto Pedro Filet / SW2)

    – Importância do cinturão peso-galo do Shooto Brasil para você

    É uma sensação muito boa conseguir realizar o feito de se tornar campeão de um evento como o Shooto Brasil, mas o cinturão não muda quem eu sou. O Luciano Fabrício, que era um grande e saudoso preparador físico e amigo meu, infelizmente já falecido, dizia “a medalha, o troféu, o cinturão são apenas condecorações sociais. Você vai se tornar campeão no seu dia a dia, trabalhando duro e nunca se acomodando”. É assim que penso.

    – Bom momento com seis vitórias e próximo passo dentro do MMA

    Eu realmente acredito que estou pronto pra ussi e mereço uma chance em um grande evento internacional. Já lutei com adversários muito duros, venci de forma incontestável minhas lutas, minhas derrotas foram todas em categorias de cima, todas as quatro na decisão, aceitando lutas em cima da hora, abaixo do peso e mesmo assim foram lutas que poderiam ter sido para qualquer um dos lados, ou seja, já provei em todas as situações possíveis que estou pronto para lutar eventos maiores. Agora é correr atrás de assinar para investir na carreira, poder melhorar minhas condições de treinos e assim seguir evoluindo.

    – Contatos com grandes eventos e sonho de ser campeão do UFC

    Um dia eu ainda serei dono do cinturão do UFC, em nome de Jesus! Esse é o meu sonho. Estou seguindo os passos que todo atleta que almeja lutar em um evento internacional de grande porte costuma dar na caminhada que os leva até lá, então vai ser tudo no seu tempo. Eu acredito já ter percorrido grande parte, então espero em breve ter novidades.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome