De olho na segunda Copa Caarj de Jiu-Jitsu, advogado conta rotina entre escritório e o tatame; saiba mais

    Gunther Sichel ao lado de Amauri Biteti, um dos grandes nomes da história do Jiu-Jitsu (Foto divulgação Caarj)

    Por Yago Rédua

    Após o sucesso na estreia em 2017, a Copa Caarj de Jiu-Jitsu, exclusiva para advogados e estagiários de Direito, terá a sua segunda edição no dia 16 de junho. O palco vai ser o Clube Municipal, na Zona Norte do Rio. Em entrevista à TATAME, Gunther Sichel, de 30 anos, comentou sobre a iniciativa da Caixa de Assistência dos Advogados do Rio (Caarj) em parceria com a Federação de Jiu-Jitsu Desportivo do Rio de Janeiro (FJJD-Rio).

    “Eu acho sensacional o que o Marcelo Oliveira e toda a equipe dele conseguiram fazer, que é proporcionar isso para os advogados. Eu sempre pratiquei Jiu-Jitsu. Treino desde dos meus 15 anos de idade, dei uma parada na época da faculdade, que era difícil conciliar com trabalho, estágio e as aulas. Depois, voltei a treinar. Além da questão da saúde e esporte, serve também como lazer para os advogados. Proporciona também uma interação entre os advogados, o pessoal pode aproveitar melhor o que a OAB oferece”, comentou o casca-grossa, que ainda contou como faz para conciliar a rotina de trabalho com os treinamentos.

    “Atualmente, moro em Nova Friburgo (Região Serrana do Rio). Além do meu escritório, também sou Procurador do Município, na parte da Secretaria de Ordem e Mobilidade Urbana. Então, eu acumulo minhas atividades na Prefeitura, no meu escritório e treino praticamente todos os dias, pelo menos de segunda a quinta-feira. Faço meus treinos na Gordo JJ aqui na cidade, que tem como responsável o Pedro Henrique”, apontou.

    Rogério Gavazza, presidente da FJJD-Rio, exaltou a proposta da Caarj, que vai para a segunda edição, em busca de repetir o sucesso da primeira. Além disso, afirmou que o evento segmentado ajudou a estimular a participação de outros advogados do país inteiro.

    Marcelo Oliveira, presidente da Caarj, entregando as medalhas na primeira edição da Copa (Foto divulgação / Caarj)

    “Esta competição segmentada foi um marco para a história do Jiu-Jitsu. A Caarj foi a pioneira em oferecer aos seus associados uma competição de Jiu-Jitsu e, após a primeira edição, vários polos foram inaugurados oferecendo aulas aos advogados”, comentou.

    SERVIÇO:

    2ª Copa Caarj de Jiu-Jitsu

    Data: 16 de junho
    Local: Clube Municipal, Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro
    Inscrições: aqui

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome