Rafael Carvalho defende título contra Mousasi no histórico Bellator 200; MVP quer manter hype

    Rafael Carvalho, campeão, e Gegard Mousasi fazem o main event do histórico Bellator 200 (Foto: Bellator MMA)

    Por Yago Rédua

    Nesta sexta-feira (25), acontece o histórico Bellator 200, em Londres, na Inglaterra. A luta principal será formada pelo brasileiro Rafael Carvalho, campeão dos médios, contra Gegard Mousasi. A disputa passou a ser main event após Mirko Cro Cop lesionar o joelho esquerdo. O croata precisou abandonar a revanche com Roy Nelson, que iria liderar o card. O evento tem transmissão da Fox Sports, a partir das 23h30 (horário de Brasília).

    Mário Filho, comentarista da Fox Sports, comentou a lesão sofrida por Cro Cop e acredita que todos perderam com a saída do croata do card. Além disso, o jornalista projetou que é provável que a organização case um duelo entre Cro Cop e Fedor Emelianenko.

    “O cancelamento da luta do Cro Cop é uma pena. A estreia do croata na organização de MMA que mais cresce no mundo seria emocionante. Apenas a ponta do iceberg porque, inevitavelmente, vão casar Cro Cop x Fedor futuramente. Mas foi uma lesão séria, com necessidade inclusive de intervenção cirúrgica no joelho esquerdo para consertar o ligamento cruzado anterior. Uma fatalidade e uma tremenda de uma infelicidade porque foi justamente no último dia treinos antes do embarque para a Inglaterra. Perde o Roy Nelson, perde o Bellator, perde a galáctica noite, perdemos nós fãs”, comentou.

    Brasileiro quer seguir fazendo história

    Campeão dos médios, Rafael Carvalho tem três defesas de cinturão na divisão e, ao lado de Alexander Shlemenko, o recorde na categoria. Desta maneira, caso vença, o brasileiro pode se isolar e seguir fazendo história no Bellator. O lutador ainda registra uma invencibilidade que perdura por seis anos e meio – ou 15 vitórias seguidas.

    Já Mousasi trocou o Ultimate – após uma sequência de cinco vitórias e entrar no Top-5 dos médios – pela chance de ser campeão do Bellator. O iraniano chegou com status de estrela na franquia e estreou de forma polêmica contra Alexander Shlemenko. Alguns fãs e especialistas não acharam justa a decisão da arbitragem a favor de “The Dreamcatcher”.

    Rafael Carvalho precisou de 44 segundos para nocautear Sakara no Bellator 190, na Itália (Foto: Bellator MMA)

    Mário Filho vê o brasileiro como “subestimado” e acredita que a afiada luta em pé pode ser um ponto favorável para Rafael vencer Mousasi e manter o cinturão da categoria até 84kg.

    “O Rafael Carvalho é provavelmente o peso-médio mais subestimado do MMA na atualidade. Até por ser um profissional discreto e reservado. Mas ele é o campeão mundial mais dominante do Bellator. É o lutador com mais defesas de título entre os atuais campeões. Na trocação, já é um serial killer, um colecionador de nocautes exuberantes. O que ele fez com o Melvin Manhoef na revanche, ninguém tinha feito nada parecido. O que ele fez com o Sakara, que vem lutando de meio-pesado, ninguém nunca fez igual. Ele é um canivete suíço muito afiado com os punhos, cotoveladas, chutes, caneladas e joelhadas. E, treinando na Evolução Thai, se transformou numa aberração da luta em pé, uma máquina demolidora com um jogo de muito volume, versatilidade, recursos e truques. Ao contrário do Brasil de hoje, o Rafa tem sim tanque de gasolina pra fazer 25 minutos de guerra. A deficiência estava na luta agarrada, mas o Rafa investiu tanto nesse departamento que chegou a faturar o ouro nas três competições de Jiu-Jitsu que participou como faixa-roxa. Não vejo como o Mousasi possa confiscar o cinturão do brasileiro”, analisou o brasileiro.

    O que esperar de Michael Page?

    Uma das principais estrelas do Bellator, Michael Page aterrorizou o mundo do MMA ao nocautear o experiente Evangelista Cyborg com uma incrível joelhada voadora. Na sequência, não correspondeu contra Fernando González, fez uma luta monótona e venceu na decisão dividida dos árbitros. O compromisso no Bellator 200 será contra o polivalente David Rickels, que vem de duas vitórias seguidas e tem o como armas o Muay Thai e o Jiu-Jitsu. Marinho fez sua análise e apontou para uma vitória de “MVP”.

    “Michael Page é um fenômeno do ineditismo, da imprevisibilidade, da trocação inventiva e instigante. Mas precisa de um oponente que queira o confronto. O MVP é um lutador reativo, é um contra-golpeador que devolve na velocidade da luz, com muita violência e precisão. Mas é necessário um agressor dentro da jaula. Contra o Fernando Rodriguez foram dois contra-golpeadores esperando a iniciativa do outro, na longuíssima distância, cheios de respeito e temor. Resultado: uma das piores lutas da história. Só que o David Rickels não negocia, é um maníaco selvagem que vai obrigar o Michael a lutar. Caso contrário, o inglês perde a invencibilidade, perde o hype, o glamour, a credibilidade e despenca 80 degraus nos meio-médios. Dito tudo isso, acho que os estilos casam perfeitamente, e veremos uma performance das mais impactantes e contundentes do MVP, mandando o Homem das Cavernas de volta para o período mesozoico (risos)”, projetou.

    Para entrar no caminho do cinturão

    Em um dos confrontos esperados do card, Phil Davis, ex-campeão dos meio-pesados, encara Linton Vassell. Ambos perderam recentemente para o campeão Ryan Bader – que participa do GP dos Pesados, promovido pelo Bellator. O comentarista da Fox Sports não acredita que o vencedor deste confronto se credencie de imediato para um title shot, mas vai se aproximar de uma nova disputa pelo título.

    “Não sei se rende um title-shot. O Bader venceu o Davis duas vezes, a última delas tomando a cinta no próprio Bellator numa vitória incontestável. O Vassel foi nocauteado pelo Bader na primeira defesa de título. Nenhum dos dois mereceria se credenciar neste instante. Mas acho que o Phil Davis leva essa com facilidade e se recoloca na trilha rumo à reconquista do cinturão”, apontou.

    CARD COMPLETO:

    Bellator 200
    Londres, na Inglaterra
    Sexta-feira, 25 de maio de 2018

    Card principal
    Rafael Carvalho x Gegard Mousasi
    Michael Page x David Rickels
    Aaron Chalmers x Ash Griffiths
    Mike Shipman x Carl Noon
    Kate Jackson x Anastasia Yankova
    Phil Davis x Linton Vassell

    Card preliminar
    Jahreau Shepherd x Marcin Zywica
    Walter Gahadza x Kent Kauppinen
    Amir Albazi x Iurie Bejenari
    Tom Green x Charlie Leary
    Louis King x Charlie Ward
    Pedro Carvalho x Daniel Crawford
    Vladimir Filipovic x Anatoly Tokov
    Kevin Fryer x Costello Van Steenis
    Mike Ekundayo x Tom Mearns

    1 COMENTÁRIO

    1. CHAMPS É FÁCIL SER CAMPEÃO AONDE NÃO TEM CRYS WEIDMAN O MELHOR E MAIOR DE TODOS. O MESMPO QUE DESTRUIU ANDERSON SPIDER SILVA DUAS VEZES SEGUIDAS … O MESMO QUE DESTRUIU O TESTOSTERONA BELFORT . ISSO O MESMO QUE DESTRUIRÁ JACARÉ SOUZA NA PRÓXIMA LUTA …. QUEM VIVER VERÁS KKKKKKKKKKKKKKKKKKK SÓ LEIGO DISCORDA .!!@$*+

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome