Nuguette fala sobre fim da X-Gym, vontade de lutar o ADCC e pede próxima luta pelo UFC na Fight Week

    Alan Nuguette pediu por luta na Fight Week do UFC, que acontece em julho, em Las Vegas (Foto: Getty Images)

    Por Mateus Machado e Yago Rédua

    Atleta peso-leve do Ultimate, Alan Nuguette aguarda seu próximo desafio pela organização. Vindo de três vitórias consecutivas, sendo a última sobre Damir Hadzovic no UFC Belém, realizado em fevereiro deste ano, o brasileiro quer um adversário ranqueado para seguir em alta em caso de novo triunfo. Além disso, o manauara também também tem outro desejo: estar em um card durante a Fight Week, que acontece no mês de julho, em Las Vegas (EUA).

    “Eu sempre quis lutar na Fight Week, é uma semana mágica que eles organizam em Las Vegas. Eu não pedi nenhum adversário, mas quero enfrentar alguém ranqueado para continuar em alta na minha categoria”, disse o lutador, durante entrevista aos jornalistas durante o UFC Rio, realizado no último dia 12 de maio.

    Confira a entrevista completa com Alan Nuguette:

    – Treinamentos e pedido para lutar na Fight Week, em julho

    Estou treinando bastante, já pedi para lutar no dia 7 de julho, na Fight Week. É um grande evento e vejo que minha carreira está em um grande momento e essa semana viria para coroar isso. Eu sempre quis lutar na Fight Week, é uma semana mágica que eles organizam em Las Vegas. Eu não pedi nenhum adversário, mas quero enfrentar alguém ranqueado para continuar em alta na minha categoria.

    – Fim da X-Gym

    Isso acontece com grandes empresas, grandes academias, e a X-Gym foi mais uma grande empresa a entrar nessa estatística de falência. É uma pena, porque pode-se dizer que a equipe, com tantas estrelas, ela começou a caminhar com esse ‘boom’ do MMA. Diversos grandes nomes do esporte começaram lá, iniciaram a trajetória lá. É uma pena, mas fica na minha memória os bons momentos que passei lá e ótimas lembranças. Foi uma grande época.

    – Canal no YouTube

    O canal está indo bem, os atletas gostam muito também (risos). É mais um veículo de informação para divulgar um pouco do nosso trabalho, que já é muito bem feito, e o meu é melhor porque eu posso fazer perguntas mais pertinentes para os lutadores, e se alguém me der uma porrada, eu dou outra e está tudo em casa (risos). Mas o legal do meu canal é passar o lado espontâneo do lutador, sem querer tirar vantagem do atleta ou do momento dele. É tudo muito natural e está fluindo muito bem.

    – Vontade de competir na luta agarrada

    Eu já recebi dois convites para lutar o ADCC, que é uma competição que todo cara que competiu Jiu-Jitsu sonha em lutar, porque é um torneio reconhecido internacionalmente e se você é faixa-preta, precisa ter essa competição no currículo. Na época que eu estava me preparando, me machuquei de forma grave e não consegui competir, mas estou aguardando um novo convite para lutar em 2019, se o ACB Jiu-Jitsu quiser me contratar também, estamos aí, porque eu quero muito me testar (risos). Eu já treinei com todos esses caras que estão se destacando hoje, na época que eu era faixa-branca, azul… Erberth Santos, Victor Honório, Lucas Hulk, eu já saí na porrada com eles várias vezes, e era ‘pau a pau’, não tinha muita vantagem para um e nem para outro, mas eu escolhi outra carreira. Sou faixa-preta, todos me conhecem e se alguma dessas organizações quiser me contratar, estou à disposição.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome