Till acha ‘justa’ vitória no UFC Liverpool, porém pede title shot pra Thompson; leia

    Apesar de ter vencido Thompson, Till acha que o norte-americano merece o title shot (Foto Getty Images / UFC)

    Na luta principal do UFC Liverpool, realizado no domingo (27), Darren Till superou Stephen Thompson por decisão unânime dos árbitros. Porém, apesar da vitória, o inglês não acredita que mereça a chance de lutar com o campeão linear Tyron Woodley, que ainda não sabe quando vai voltar por conta de uma lesão, ou então contra Rafael dos Anjos e Colby Covington, que disputam o título interino dos meio-médios, no UFC 225.

    “Depois da luta em Chicago, acho que o próximo desafiante tem que ser Stephen (Thompson) ou Kamaru Usman. Eles merecem mais. Eu o venci em uma luta muito parelha, mas se tiverem que dar a chance, acho justo que seja para ele. Eles estão na minha frente. Stephen bateu o peso e ainda é o número um do ranking, venceu mais caras do que eu. Sou realista. Deem a chance para ele”, apontou Till na coletiva de imprensa.

    Sobre a decisão dos árbitros ao fim do combate, Darren acredita que foi, de fato, o melhor e mereceu ter vencido. No entanto, o discurso pós-luta teve um outro tom. Na última sexta-feira (25), durante a pesagem, o lutador ficou 1,7kg acima do limite da categoria dos meio-médios (77,6kg). Till voltou a pedir “desculpas” e disse que está “envergonhado”.

    “Acredito que fui melhor essa noite. Mas minha vitória teria mais sentido agora se eu tivesse batido o peso. Estou com vergonha. Sou um profissional, sou um cara grande para a categoria e deveria ter tido as coisas mais sob controle. Eu já bati o peso diversas vezes antes… Tenho que controlar mais as coisas para não repetir esse erro”, encerrou Till.

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome