Campeão no Chile, empresário cita importância do Jiu-Jitsu e motiva possíveis iniciantes: ‘É uma família’

Publicado em 23/05/2018 por: Mateus Machado
Campeão no Chile, empresário cita importância do Jiu-Jitsu e motiva possíveis iniciantes: ‘É uma família’ Tito Angelucci viajou até o Chile e foi campeão em sua categoria no Prime Esportes Jiu-Jitsu Experience (Foto reprodução)

publicidade

Esporte em constante evolução nos últimos anos, o Jiu-Jitsu é um agente transformador na vida de muitas pessoas. Por diversos motivos, pessoas procuram a prática da arte suave e encontram na mesma uma grande satisfação. É o caso de Tito Angelucci, de 46 anos. Sócio da academia Bodytech, o paulista começou no Judô e, há quase dois anos, iniciou no Jiu-Jitsu. Conciliando a agitada vida de empresário com os treinos, Tito viu o esporte como um “refúgio” em sua rotina e começou a competir, tornando-se um apaixonado pela arte.

No último dia 12 de maio, o faixa-branca partiu para Santiago, no Chile, na disputa do Jiu-Jitsu Experience, organizado pela Prime Esportes, e foi campeão em sua categoria. Feliz com o bom resultado e projetando novos passos no Jiu-Jitsu, Tito Angelucci comentou à TATAME sobre os desafios de conciliar a vida de empresário com a de atleta na arte suave.

“Você tem que se dedicar, saber conciliar o trabalho, que é importante demais, mas também com o esporte, que faz a complementação do ser humano, e agregar cada vez mais para a questão do esporte nacional, pois o país precisa muito disso”, afirmou Tito.

Confira a entrevista completa:

– Início nas artes marciais e campeonato no Chile

Eu comecei há muito nas artes marciais, fiz Judô por muitos anos, por quase nove anos… Minha irmã, Mônica Angelucci, foi da seleção olímpica, e eu continuei. Depois disso, eu parei por uma questão de trabalho, comecei a fazer triatlo, aí há quase dois anos, algumas pessoas da Bodytech, onde sou sócio, me incentivaram a voltar a lutar e estive no Chile, apoiando a turma da Prime Esportes. Eles fizeram um evento muito bacana no Chile e estão fazendo o diferencial no Jiu-Jitsu, é uma galera completamente engajada em melhorar cada vez mais o esporte e organizaram um evento internacional, em um país em crescimento nessa arte marcial. Então, achei muito legal e importante para os chilenos.

– Segredo para conciliar vidas de empresário e lutador

A gente tem que se dedicar um pouco mais cedo na questão do treinamento. São três a quatro vezes por semana, das 7h às 8h30 da manhã e depois já ir direto para o escritório e ficar até mais tarde. Você tem que se dedicar, saber conciliar o trabalho, que é importante demais, mas também com o esporte, que faz a complementação do ser humano, e agregar cada vez mais para a questão do esporte nacional, pois o país precisa muito. É um esporte criado no Brasil, completamente feito por brasileiros e cada vez mais internacional, cresceu muito no mundo inteiro nos últimos anos. Isso é muito importante para o esporte e o país.

– Evolução do Jiu-Jitsu e internacionalização da arte

O Jiu-Jitsu tinha uma questão, no começo dele, que era um pouco “negativa”, sempre foi um esporte, mas tinha aquilo de parecer uma coisa de briga, um pessoal meio marrento, como brincam falando disso. Mas, sem dúvida nenhuma, o pessoal vem cada vez mais trabalhando com esses eventos, profissionalizando o esporte. Isso vem mudando cada vez mais o esporte e só tende a crescer cada vez mais com o apoio dessas pessoas.

– Torneio no Chile após um longo tempo sem competir

Foi muito bom vir para o Chile e voltar a competir, importante demais pra mim, estou muito feliz. Agora é disputar o Jiu-Jitsu Experience de São Paulo. Se a gente fez uma forcinha para lutar aqui, viajar até o Chile, também temos que lutar no nosso país, é certo.

– Incentivo para quem deseja começar no Jiu-Jitsu

A família e o trabalho são importantes, mas você sempre tem que arrumar um tempo para cuidar de si mesmo. Porque você tem que servir de exemplo para os seus filhos, praticando o esporte, independentemente da idade. E começar no esporte é uma coisa muito boa, e a gente sempre fala que o Jiu-Jitsu é uma família, essa questão você leva para dentro de casa. A interação, o respeito, disciplina são fundamentais, é algo primordial dentro do esporte e, consequentemente você acaba levando para A sua vida de uma maneira geral.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade