Usman mira três nomes e exalta Demian após vitória no Chile: ‘Mago do Jiu-Jitsu’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 21/05/2018
Usman mira três nomes e exalta Demian após vitória no Chile: ‘Mago do Jiu-Jitsu’ Usman exaltou a categoria de Maia e apostou no lutador como futuro Hall da Fama (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

No último sábado (19), pelo UFC Chile, Kamaru Usman superou Demian Maia na luta principal do evento por decisão unânime dos jurados, após uma batalha de cinco rounds. E depois do duelo, em entrevista coletiva, o nigeriano aproveitou para enaltecer o brasileiro, apesar do seu domínio total no combate. O peso-meio-médio chamou o paulista de “Mago do Jiu-Jitsu”, afirmando que enfrentou o lutador “mais perigoso” da categoria até 77kg.

“Vamos ser honestos: ninguém nesta divisão quer lutar comigo, porque eu sou a pior luta para todos eles. A luta de hoje foi a luta que Dana White queria que acontecesse. Ele queria me testar contra o cara mais perigoso da categoria. Demian Maia é o cara mais perigoso desta categoria. O campeão é uma luta mais fácil para mim. E temos também esses dois paspalhos (Rafael dos Anjos x Colby Covington) lutando pelo cinturão interino. São dois panacas, são lutas fáceis para mim também. Eu desafiei os dois, e não ouvi nenhuma resposta. A luta de hoje foi a mais dura da divisão. Dana queria essa luta? Aí está. Agora é hora de colocar alguém de um nível acima para me enfrentar”, comentou Usman, que seguiu elogiando o brasileiro e disse que ter tido um camp maior, tendo em vista que Demian assumiu a luta três semanas antes, não pesou no resultado final.

“Não, eu não capitalizei o camp mais curto de Demian Maia. Esse cara é uma lenda, um veterano que realmente sabe lutar. Ele esteve em muitas lutas de cinco rounds, encabeçou inúmeros eventos. Ele enfrentou Anderson Silva pelo cinturão dos médios, enfrentou Tyron Woodley pelo cinturão dos meio-médios. Esse cara está sempre treinado, é um verdadeiro mago do Jiu-Jitsu. Eu sabia que estaria em melhor forma física por ele aceitar essa luta com apenas três semanas de antecedência, mas sei que ele vinha treinando Jiu-Jitsu, que estava se mantendo ativo. Demian Maia é um guerreiro, um verdadeiro artista marcial e um futuro membro do Hall da Fama. Só tenho respeito e gratidão por ele. Se ele não tivesse aceitado essa luta, eu teria ficado sem adversário. Mas ele sabia o que esperar de uma disputa em cinco rounds, enquanto eu fui um novato nesse tipo de luta. E mesmo assim eu provei que posso ser dominante. Defendi as quedas, mostrei que posso derrubar qualquer um se eu quiser, ou manter a luta em pé. Agora que vi como é lutar cinco rounds, sei quais ajustes devem ser feitos, e sei como fazê-los para me tornar campeão”, apontou.

Sobre o seu próximo adversário, Usman contou que deseja enfrentar Tyron Woodley, campeão dos meio-médios, ou então Darren Till e Stephen Thompson, que se encaram no próximo dia 27. Além disso, descartou a possibilidade de lutar com Jorge Masvidal.

“Você acha que faz algum sentido para mim enfrentar Jorge Masvidal? Não faz sentido algum. Masvidal perdeu para o cara que eu acabei de vencer. Ele vem de duas derrotas, e já poderia ter me enfrentado, mas recusou a luta. O que eu quero é enfrentar Tyron Woodley ou o vencedor da luta entre Darren Till e Stephen Thompson. Ponto. Quero lutar pelo cinturão no fim do ano, se for possível, esse é o meu objetivo”, encerrou Kamaru.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC Fight Night 129
Santiago, no Chile
Sábado, 19 de maio de 2018

Card principal
Kamaru Usman derrotou Demian Maia por decisão unânime dos jurados
Tatiana Suarez finalizou Alexa Grasso com um mata-leão no 1R
Dominick Reyes derrotou Jared Cannonier por nocaute técnico no 1R
Guido Cannetti derrotou Diego Rivas por decisão unânime dos jurados
Andrea Lee derrotou Veronica Macedo por decisão unânime dos jurados
Vicente Luque derrotou Chad Laprise por nocaute no 1R

Card preliminar
Michel Trator derrotou Zak Cummings por decisão dividida dos jurados
Alexandre Pantoja derrotou Brandon Moreno por decisão unânime dos jurados
Poliana Botelho derrotou Syuri Kondo por nocaute técnico no 1R
Gabriel Benítez derrotou Humberto Bandenay por nocaute no 1R
Enrique Barzola derrotou Brandon Davis por decisão unânime dos jurados
Frankie Saenz derrotou Henry Briones por decisão unânime dos jurados
Claudio Puelles finalizou Felipe Silva com uma chave de joelho no 3R

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade