Ana Carolina Vieira revela ‘único’ pensamento para o Mundial 2018: ‘Quero ser campeã peso e absoluto’

    Atual campeã mundial, faixa-preta Ana Carolina Vieira quer o ouro duplo este ano (Foto FloGrappiling)

    Por Diogo Santarém

    Atual campeã mundial na divisão dos médios, Ana Carolina Vieira promete lutar com força máxima para defender seu posto no Mundial 2018 da IBJJF, que acontece nesta semana – até domingo (3) -, na Califórnia, Estados Unidos. Porém, mais do que “apenas” se manter como dona do peso-médio, a faixa-preta da GFTeam tem outro objetivo para este ano: conquistar o absoluto e, assim, faturar o ouro duplo na grande competição.

    Ciente das dificuldades do seu objetivo, “Baby”, como é conhecida a irmã mais nova do multicampeão Rodolfo Vieira, realizou toda a preparação para o Mundial nos Estados Unidos, ao lado de outras grandes estrelas da competição. Em entrevista à TATAME, Ana Carolina falou sobre os treinamentos e o grande sonho de conquistar o título absoluto.

    “O absoluto, com certeza, é um objetivo. Estou muito animada para lutar, com vontade de ser campeã peso e absoluto, sinto que estou muito bem treinada, então é chegar lá e dar o meu máximo em cada luta. E me divertir, claro. Lutar sem muita responsabilidade, sem pressão nenhuma, fazendo uma luta de cada vez para chegar nas duas finais”, projetou.

    Confira a entrevista completa com Ana Carolina Vieira:

    – Treinos e preparação para o Mundial de Jiu-Jitsu

    A preparação para o Mundial este ano eu fiz toda nos Estados Unidos, fiz duas semanas de camp na Flórida, treinando com a Luanna (Alzuguir), a Gezary (Matuda), e o restante do camp eu fiz na Califórnia, na GFTeam Orange, onde agora é a matriz, onde estão meus parceiros de treino. Foi muito bom. Estou me sentindo 100%, muito ansiosa pra lutar, sem lesão nenhuma… Ano passado eu tive que ficar de fora do absoluto por conta de várias lesões que eu tive, então esse ano eu to muito bem preparada fisicamente e mentalmente.

    – Lado psicológico antes de uma grande competição

    Antes de qualquer competição, mesmo que não seja o Mundial, independente se é uma grande competição ou não, eu sempre penso no quanto eu treinei, o quanto eu me dediquei, que estou preparada e no quanto eu quero ser campeã. Não da para deixar mais nada entrar na cabeça além disso (risos). É só o que eu penso no momento: quero ser campeã mundial peso e absoluto em 2018. Esse é todo o meu pensamento agora.

    – Pressão por defender o título de atual campeã

    Não sinto pressão nenhuma. Acho que passou, eu lutei ano passado, tive uma boa performance, me preparei muito bem para esse ano e é tudo novo. São outras meninas na categoria, mas não sinto pressão, vou com a mesma vontade que eu fui no ano passado, mas dessa vez com foco no absoluto também, que eu to super animada de lutar. Faz tempo que eu não luto, então estou doida para enfrentar meninas das outras categorias.

    – Análise da divisão dos médios na busca pelo título

    O peso-médio está uma das categorias mais cheias. Apareceu bastante menina em cima da hora (risos), então acho que não tem isso de “meu lado está mais tranquilo”, “o outro lado ta melhor”… Só tem menina dura, com certeza vão ter boas lutas do início até a final.

    – Absoluto como objetivo e foco no ouro duplo

    O absoluto, com certeza, é um objetivo. Estou muito animada para lutar, com vontade de ser campeã peso e absoluto, sinto que estou muito bem treinada, então é chegar lá e dar o meu máximo em cada luta. E me divertir, claro. Lutar sem muita responsabilidade, sem pressão nenhuma, fazendo uma luta de cada vez para chegar nas duas finais.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome