Primeiro brasileiro campeão dos leves no UFC, Dos Anjos quer repetir feito nos meio-médios: ‘Ótimo pro legado’

    Rafael dos Anjos assumiu a liderança do ranking meio-médio do Ultimate (Foto Getty Images / UFC)

    Por Mateus Machado

    Vivendo grande fase na categoria dos meio-médios, vindo de três vitórias consecutivas, Rafael dos Anjos terá um grande desafio pela frente neste sábado (9), em Chicago, nos Estados Unidos. O brasileiro fará o co-main event do UFC 225 contra o polêmico Colby Covington, em luta que colocará em jogo o cinturão interino da divisão, já que Tyron Woodley, campeão linear, não luta desde julho do ano passado e não tem uma previsão exata de quando poderá voltar ao octógono.

    Pronto para enfrentar Covington, Rafael dos Anjos falou com a TATAME e analisou o confronto diante do americano, ressaltando sua maior experiência em duelos de cinco rounds e também a importância de controlar o ímpeto inicial de Colby, que possui um forte jogo de Wrestling.

    “Eu sei que tenho 25 minutos para lutar, é um duelo de cinco rounds. Eu acho que tenho mais armas que ele tecnicamente. Eu já estive em lutas de cinco rounds mais vezes que ele, acho que ele nunca fez uma luta de cinco rounds, então eu considero que esse é um fator que conta ao meu favor. Acredito que eu tenho que segurar esse ímpeto dele… Ele é um wrestler, forte, vai querer me botar na grade, me dar uma ‘cansada’, me derrubar, fazer esse jogo de ground and pound, ficar por cima sugando um pouco da minha energia, e eu acredito que tenho que frustrar essas tentativas de queda dele, punir ele um pouco na luta em pé, deixar ele bem desconfortável. A ideia é dar muita porrada na trocação e vencer essa luta”, disse Rafael dos Anjos, que ainda celebrou a boa adaptação que teve na categoria dos meio-médios após sofrer duas derrotas consecutivas nos leves e realizar a transição para a divisão de cima.

    “Essa mudança foi muito boa. Eu acho que tenho mais energia, sofro menos e, no dia da luta, estou mais disposto para lutar. Agora eu passo por um estresse muito menor físico e mental, porque normalmente, essa perda de peso é um estresse mental também muito grande, não é só algo físico. Eu consigo focar agora 100% no meu treinamento, na minha preparação. Antigamente (no peso-leve), quando eu assinava o contrato da luta, eu já começava a pensar em perder peso, e acaba que você nem foca direito no treino, só pensa no peso o tempo inteiro. Então, isso me deu uma paz de espírito e eu comecei a ter prazer novamente em fazer o que eu gosto”, afirmou.

    Além da boa fase na carreira, Rafael dos Anjos pode estar próximo de mais um grande feito em sua trajetória no MMA. Primeiro campeão brasileiro na divisão peso-leve do UFC, o carioca também será o primeiro atleta do país a ter um cinturão na categoria meio-médio caso vença Colby Covington no UFC 225. Ciente da possibilidade de, mais uma vez, fazer história, o lutador de 33 anos mostrou confiança em poder reforçar o seu legado dentro do esporte.

    “Eu acho que é uma oportunidade única, estar entre 5 ou 6 lutadores que conseguiram ser campeões de duas categorias diferentes, se não me engano. Eu fui o primeiro brasileiro campeão dos leves no UFC, e se eu for o primeiro brasileiro campeão dos meio-médios, vai ser ótimo para o meu legado, para a minha carreira em si, e eu tenho batalhado muito por isso. Estou nessa batalha há muitos anos e acredito que é uma questão de tempo (ser campeão). Tem tudo para acontecer… Estou em uma fase boa mentalmente, espiritualmente, e acredito que tudo que acontece na minha vida é plano de Deus. Aliás, questão de tempo, não (risos). Tem data marcada… No dia 9 de junho, serei campeão de duas categorias”, concluiu.

    CARD COMPLETO:

    UFC 225
    Chicago, nos Estados Unidos
    Sábado, 9 de junho de 2018

    Card principal
    Robert Whittaker x Yoel Romero
    Rafael dos Anjos x Colby Covington
    Holly Holm x Megan Anderson
    Andrei Arlovski x Tai Tuivasa
    Mike Jackson x CM Punk

    Card preliminar
    Alistair Overeem x Curtis Blaydes
    Claudinha Gadelha x Carla Esparza
    Ricardo Lamas x Mirsad Bektic
    Rashad Coulter x Chris de la Rocha
    Rashad Evans x Anthony Smith
    Joseph Benavidez x Sergio Pettis
    Clay Guida x Charles do Bronx
    Mike Santiago x Dan Ige

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome