Colby garante bater Woodley em 15min e ouve: ‘Eu nunca quis tanto fu*** alguém’

    Colby Covington está com a confiança em alta após a boa vitória sobre Rafael dos Anjos (Foto Getty Images / UFC)

    Vitorioso contra Rafael dos Anjos por decisão unânime no UFC 225, realizado no último sábado (9), em Chicago (EUA), Colby Covington faturou o cinturão interino dos meio-médios e agora vai em busca do título linear da categoria, que atualmente pertence a Tyron Woodley. Logo após o triunfo sobre o brasileiro, Colby já fez questão de desafiar Woodley, seu ex-parceiro de treinos na American Top Team (ATT), e mandou um recado.

    “Ele (Tyron Woodley) é um cara falso. Está fazendo tudo, menos lutar. É por isso que estou aqui. Estou fazendo essa divisão grande novamente. Eu treinei centenas e centenas de rounds de sparring na American Top Team (com Tyron Woodley). Eu sei como ele luta, ele é realmente previsível. Ele tem a mão direita forte, mas ele não tem gás para lutar. As pessoas têm medo, mas eu não tenho medo dele. Vou pegá-lo no clinch, vou fazer o que quiser com ele. Eu vou acabar com ele dentro de três rounds, marque minhas palavras”, disse Colby Covington em entrevista coletiva após o UFC 225, para a fúria de Woodley.

    Woodley responde provocações de Covington

    Ao vencer Dos Anjos e conquistar o título interino, Colby Covington se credenciou a unificar o cinturão dos meio-médios contra o campeão linear. Desta forma, Tyron Woodley mostra-se disposto a enfrentar o americano e, pelas redes sociais, tratou de responder as provocações feitas por seu ex-companheiro na ATT, mostrando insatisfação com Colby.

    “Eu nunca, na minha vida ou na minha carreira ou na minha existência, como adulto, quis tanto fu*** alguém desse jeito, bater em alguém desse jeito, envergonhar alguém desse jeito, acabar com alguém desse jeito e acabar com a vida dele. E não falo de forma figurativa. Literalmente, vou tentar machucar ele tanto que não irão mais deixar que eu lute no UFC novamente. É um fato”, disparou Woodley, que seguiu falando sobre “Chaos”.

    “Estou envergonhado por ele fazer parte da American Top Team. Estou envergonhado por ele fazer parte do nosso esporte. Estou envergonhado por ele estar na nossa categoria – um escárnio ao esporte. Eu tenho a maior defesa de quedas na história do nosso esporte. Esse garoto nunca me botou para baixo em sua vida. Ele nunca ganhou um milissegundo de qualquer round, nunca, em qualquer coisa (durante os treinamentos na ATT)”, finalizou.

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome