Grão-Mestre Luiz Alves, treinador de alguns dos maiores nomes do MMA, ganha biografia; saiba mais

    Luiz Alves, Grão-Mestre e treinador de grandes atletas, terá biografia lançada em São Paulo (Foto divulgação)

    Um dos mais importantes treinadores de MMA do mundo e um dos introdutores do Muay Thai no Brasil, o cearense Luiz Alves faleceu precocemente, em 19 de março de 2010, vítima de um Acidente Vascular Cerebral. Quase dez anos depois, a jornalista Claudia Reis e José Alberto Rodrigues, também treinador e irmão de Alves, lançam sua biografia – Diamante: a história de Luiz Alves, lenda do Muay Thai e MMA (editora Forma&Conteúdo).

    Com 304 páginas, o livro narra não apenas as lutas épicas que Luiz Alves protagonizou como coach no córner de seus atletas, mas partes da vida do treinador que poucos conhecem. “Tivemos uma infância muito difícil, mas sempre fomos muito felizes. Nascemos no Diamante, uma área rural que, na época, pertencia ao município de Nova Russas, no interior do Ceará. Nossos pais tiveram dez filhos e nunca ninguém pensou que algum de nós poderia chegar aonde meu irmão chegou. Ele viajou pelo mundo inteiro e foi reconhecido mundialmente como um dos melhores treinadores de luta em pé para o MMA”, explicou José Alberto, acrescentando que o título do livro é uma alusão à localidade de nascimento de Alves e também ao fato dele ter dedicado a vida a lapidar os lutadores.

    Para apurar e escrever a biografia, a jornalista Claudia Reis entrevistou cerca de 70 pessoas, entre parentes, atletas, treinadores, jornalistas, amigos e adversários. A maior parte das entrevistas foi feita em Nova Russas (CE), onde ele nasceu e foi criado, além de cidade em que a maior parte da família ainda vive; Rio de Janeiro, onde descobriu seu talento para a luta, e Curitiba, também um dos berços do Muay Thai no Brasil. Além de atletas como Rodrigo Minotauro, Rogério Minotouro, Pedro Rizzo, Artur Mariano, Ebenezer Braga, Johil de Oliveria, Marcelo Aguiar, apenas para citar alguns, há o depoimento de personalidades como Thom Harinck, lendário treinador do K1 e fundador da Chakuriki, centro de lutas na Holanda em que Alves realizou alguns intercâmbios durante a vida.

    “A biografia do nosso mestre não é apenas uma história sobre lutas. É a história de um herói brasileiro, que mesmo vindo de uma condição desfavorável, com pouca oportunidade de estudar, enfrentando como podia grandes adversidades, se tornou um treinador lendário e um educador para seus atletas”, explicou a jornalista, que conheceu Luiz Alves no início dos anos 80. “Foi meu mestre de Taekwondo na Academia Naja, junto com Flávio Molina, outra lenda do esporte. Qualquer um que o tenha conhecido sabe que tinha personalidade única. Como disse Pedro Rizzo durante o depoimento que me deu, Luiz não foi alguém que apenas passou por essa vida. Ele mudou a vida de muita gente e merecia essa biografia”.

    O texto resgata não apenas a vida de Alves, cheia de altos e baixos, perdas e vitórias, mas também a história do Muay Thai no Brasil. “Hoje há academias dessa arte marcial tailandesa em cada esquina do país. Mas a maior parte dos atletas não sabe como a luta chegou aqui. Muitas informações estavam perdidas. Para a primeira parte do livro, que vai do nascimento ao fim dos anos 80, tive que contar com recortes de jornal que alguns lutadores guardaram e com a memória dos entrevistados. Mas o resultado é um texto cheio de detalhes, que vai arrancar risadas e lágrimas de muita gente. Não esperem um livro sobre porrada. Esperem um livro sobre uma experiência de vida rica e interessante”.

    Para assinar o prefácio, Claudia e José Alberto convidaram Artur Mariano, um dos principais lutadores treinados pelo Grã-Mestre e grande parceiro nos últimos dez anos de vida, ajudando Alves a organizar o esporte na Confederação Brasileira de Muay Thai (CBMT). Para o posfácio, contaram com um depoimento de Rudimar Fedrigo, coach em Muay Thai que foi um dos maiores parceiros na introdução do esporte no país e um dos maiores adversários nos ringues do MMA, com atletas como Wanderlei Silva e Anderson Silva. A foto de capa foi cedida pelo jornalista Marcelo Alonso, que não apenas acompanhou profissionalmente Alves, mas de quem se tornou um grande amigo em sua caminhada.

    O lançamento de “Diamante: a história de Luiz Alves, lenda do Muay Thai e do MMA”, será realizado no dia 30 de junho, no Rio de Janeiro, em duas sessões: das 11h às 15h, na Arena 3 do Parque Olímpico da Barra; e das 18h30 às 20h30, na academia Upper (Rua Marquês de Abrantes, nº 96, Flamengo), do coach André Pederneiras, o primeiro atleta de Jiu-Jitsu que Luiz Alves concordou em treinar e amigo durante toda a vida. Estão previstos também lançamentos em Nova Russas, Curitiba e São Paulo, com mais informações por aí.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome